Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Ansiedade e temor: lista de Dorival Júnior desperta sentimentos no Flamengo

Nesta sexta, 1º de março, o treinador convoca a Seleção Brasileira pela primeira vez e pode indicar o “tamanho” do problema que o Flamengo terá na Copa América

A primeira convocação de Dorival Júnior se aproxima. Nesta sexta, 1º de março, o treinador anunciará a sua primeira lista no comando da Seleção Brasileira para os amistosos contra Inglaterra e Espanha, em março. O fato gera sentimentos distintos no Ninho do Urubu. Por um lado, a presença de atletas rubro-negros será celebrada como reconhecimento do trabalho. Por outro, aumenta o temor pelos desfalques que a equipe pode ter que lidar adiante na temporada.

Fabrício Bruno, Léo Pereira, Ayrton Lucas, Everton Cebolinha, Pedro... A lista de possíveis convocados por Dorival Júnior é grande. O treinador conhece bem a maior parte do elenco rubro-negro, visto que trabalhou no Ninho do Urubu no segundo semestre de 2022, conquistando a Copa do Brasil e a Libertadores pelo Flamengo.

“Falar de Seleção é um privilégio, mas para estar lá eu preciso estar performando no clube. Se o treinador que está lá achar que eu mereço, eu vou ficar feliz (...) É uma coisa que eu sonho. É um projeto que eu tenho na minha carreira. Vou continuar trabalhando e me dedicando”, disse Fabrício Bruno.

“Fazendo as coisas bem feitas aqui, todo mundo vai estar vendo. Confesso, estou ansioso... Está rolando um comentário aí que talvez venha essa convocação, mas isso eu deixo para o Dorival agora”, afirmou Léo Pereira no último dia 25, ao canal GOAT.

Leia também

Entre os jogadores estrangeiros, as convocações de Matías Viña, Varela, Arrascaeta e Nicolás De La Cruz, pelo Uruguai, e de Erick Pulgar, pelo Chile, são dadas como certas. O quarteto da “FlaUruguai” faz parte da base da Celeste e acompanhada de perto por Marcelo Bielsa. Já o volante é titular absoluto da La Roja, que tem Ricardo Gareca em início de trabalho.

A visão de Tite

No comando do Flamengo desde outubro de 2023, Tite viveu o papel oposto até recentemente. O treinador esteve no comando da Seleção Brasileira entre 2016 e 2022. Inclusive, convocou uma série de atletas do Flamengo neste período, como Pedro, Gabigol, Everton Ribeiro, Rodrigo Caio e Gerson, entre outros.

Após o Fla-Flu do último domingo (25), o treinador respondeu sobre o tema.

“Todos os atletas do Flamengo estão disponíveis para a Seleção Brasileira. Não tenho direito nenhum como técnico de restringir. Sabe por quê? Porque é uma forma de ascensão profissional, de valorização, de objetivos, de crescimento. Não tenho esse direito. Que façam a escolha de maneira mais justa”, afirmou Tite.

O apelo de Marcos Braz

Institucionalmente, o Flamengo se movimenta nos bastidores para minimizar o impacto das prováveis ausências durante a Copa América, que será realizada entre junho e julho nos Estados Unidos. São seis rodadas do Brasileirão previstas entre o início e fim do torneio, além de outras três rodadas nos dias que antecedem ou sucedem a competição.

A diretoria já enviou ofício à CBF - junto de outros sete clubes da Série A -, mas, por ora, não teve resposta. Publicamente, Marcos Braz já trouxe o assunto à tona diversas vezes. “Deixar claro nossa preocupação. O Flamengo vai ter nove jogos do Brasileirão sem os principais atletas, que serão convocados na Data Fifa. O Flamengo é penalizado por investir e ter grandes jogadores. Manchester City, Bayern... Qualquer time do mundo, se perder três ou quatro titulares, vai sentir”, disse o vice-presidente de futebol.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais