Ouvindo...

Times

Sem estrear, Grando perde espaço no Cruzeiro e vive indefinição na Toca

Goleiro, de 24 anos, está emprestado pelo Grêmio, com opção de compra, até o fim da temporada

Pouco mais de um mês após ter sido contratado pelo Cruzeiro, Gabriel Grando vive um cenário de indefinição na Toca da Raposa II, em Belo Horizonte. Emprestado pelo Grêmio em uma troca com Rafael Cabral, o goleiro tende a ficar no banco de reservas até o fim do ano, quando se encerra o contrato.

Anunciado pelo clube celeste em 19 de abril, Gabriel Grando chegou à capital mineira na reta final da gestão Ronaldo. Dez dias depois, em 29 de abril, Pedro Lourenço assumiu o controle majoritário da Sociedade Anônima de Futebol (SAF) e, com postura agressiva no mercado, oficializou a chegada de Cássio, ídolo do Corinthians.

Além de Cássio, Grando também enfrenta a concorrência de Anderson, atual titular da posição, e dos reservas Léo Aragão e Otávio. Esse último ainda participa de jogos do Cruzeiro na categoria sub-20. Na linha sucessória, Grando seria, hoje, o terceiro goleiro do Cruzeiro.

Grando mudou de ares na tentativa de ser titular

Em 2024, sem receber muitas oportunidades no Tricolor Gaúcho, Gabriel se transferiu pela primeira vez na carreira. Agora, em um contexto parecido, Grando sequer estreou e deve presenciar as chances de Cássio no Cruzeiro, contratado com status de titular absoluto, ainda que possa atuar só a partir de julho em meio à abertura da janela.

Na negociação com o Grêmio, o Cruzeiro acertou um empréstimo com opção de compra, fato que não deve se confirmar no fim da temporada.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Leonardo Garcia Gimenez é repórter multimídia na Itatiaia. Natural de Arcos-MG e criado em Iguatama-MG. Passou também pela Record Minas.
Leia mais