Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Larcamón tem planos frustrados no Cruzeiro após eliminação na Copa do Brasil

Técnico do Cruzeiro havia previsto três vitórias na semana, mas meta não foi atingida com derrota para Sousa-PB

A eliminação precoce do Cruzeiro na Copa do Brasil promove uma reação em cadeia nas perspectivas do clube para esta temporada. Além da não obtenção da classificação à próxima fase do torneio, plano da diretoria cruzeirense, o técnico Nicolás Larcamón viu também serem frustrados seus propósitos “mais imediatos”.

Com a derrota por 2 a 0 para o Sousa-PB, na primeira fase da Copa do Brasil, a meta de três vitórias em três jogos definidas pelo treinador no começo da semana “foi por água abaixo”.

Após o triunfo por 3 a 1 em cima do Democrata-GV, na sexta rodada do Campeonato Mineiro, Larcamón revelou que havia feito um pacto com os atletas.

“Tínhamos muito que ganhar, iniciamos a semana ganhando (do Democrata-GV). E temos dois jogos mais para fechar com nove pontos”, revelou após a vitória por 3 a 1 em cima do time de Governador Valadares.

O “fechar com nove pontos” na matemática de Larcamón envolvia vencer o Sousa-PB, o que não aconteceu. E tinha ainda o plano de bater o Pouso Alegre no Campeonato Mineiro, no próximo domingo, no Parque do Sabiá, em Uberlândia.

A equipe do Sul de Minas vendeu o mando de campo e vai receber cerca de meio milhão de reais para atuar no Triângulo Mineiro.

Pedido de desculpas

O técnico Nicolás Larcamón se desculpou após a eliminação do Cruzeiro na Copa do Brasil. Em coletiva de imprensa, o treinador fez questão de se desculpar pelo vexame, tendo em vista que o Cruzeiro é o maior campeão da Copa do Brasil, com seis títulos, e já está fora da competição deste ano.

“Principalmente, falar ao torcedor, e não falar de questões da partida, da situação do campo. Essa é uma análise para vocês (imprensa). Quero me desculpar com a história desse clube, história muito grande, sobretudo nessa competição”, disse.

O Cruzeiro foi eliminado por uma equipe modesta, que disputa à Série D do Campeonato Brasileiro, e tem o orçamento muito mais baixo em relação à equipe mineira. A equipe azul jogava pelo empate por estar melhor ranqueada na Confederação Brasileira de Futebol 9CBF).

Esse cenário aumenta ainda mais o prejuízo do time celeste, que deixa de faturar quantia milionária pela eliminação.

“Hoje, tivemos esse resultado doloroso. Havia a ilusão de todo o grupo, de avançar na competição. Mas, lamentavelmente, o resultado indica que estamos fora. Principalmente, as desculpas com a nossa torcida e com a história do clube”, comentou.

Segundo Larcamón, a doída derrota servirá de exemplo para o Cruzeiro no decorrer da temporada. O treinador evitou culpar as condições do gramado, encharcado pela chuva, pelo revés celeste.

“Não me corresponde falar disso. As condições são evidentes, mas não. Vestindo essas cores, sendo representantes do Cruzeiro, não tem que falar da condição do gramado, das condições do campo de jogo. Tenho que me responsabilizar com uma eliminação que não posso permitir, mas que servirá de cicatriz, servirá para termos muita força para as próximas competições”, disparou.

Meta da diretoria também falha

Maior campeão do torneio com seis títulos, o Cruzeiro entrou na Copa do Brasil deste ano com o objetivo de superar o desempenho apresentado nas duas últimas edições. No entanto, falhou na primeira meta estabelecida pela Sociedade Anônima de Futebol (SAF) no ano.

Desde que se tornou SAF, em 2022, o máximo que o Cruzeiro havia conseguido era chegar às oitavas de final da Copa do Brasil. No planejamento da diretoria, segundo apuração da Itatiaia, a expectativa era a de que o time celeste alcançasse pelo menos uma vaga nas quartas de final da competição deste ano. Meta frustrada com o tropeço diante do Sousa-PB.

Deixa de faturar milhões

Sem a vaga na próxima fase e fora da competição, o Cruzeiro deixa de somar alguns milhões em seus cofres de forma imediata. O prêmio pela ida à segunda fase seria de R$ 1,4 milhão.

Pela classificação, o Sousa-PB receberá o “PIX” da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no valor de R$ 750 mil. Essa é a cota destinada aos clubes da Série C e D do Campeonato Brasileiro, classificados à segunda fase da Copa do Brasil.

Dentro dos cálculos celestes, a expectativa era de alcançar quase R$ 13 milhões de faturamento na Copa do Brasil. Valor esse que será pago pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) às equipes que chegarem na fase quartas de final.

Outros objetivos do Cruzeiro para 2024

Campeonato Mineiro

Em campo, o Cruzeiro tentará retomar, inicialmente, o protagonismo estadual. O clube não conquista o Campeonato Mineiro desde 2019. Conquistar o torneio local é uma das metas estabelecidas pela diretoria.

Campeonato Brasileiro

A meta do Cruzeiro, segundo planejamento da diretoria, é terminar o Campeonato Brasileiro 2024 pelo menos na oitava colocação.

Copa Libertadores

A Copa Libertadores da América também é uma obsessão do Cruzeiro neste ano. Depois te ter se classificado Copa Sul-Americana, a meta de 2024 é, quem sabe, garantir o retorno do Cruzeiro ao maior torneio da América do Sul.

Leia também

Participe do canal da Itatiaia no WhatsApp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Leia mais