Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Cruzeiro estreia contra o Sousa na Copa do Brasil e busca campanha inédita na ‘Era SAF’

Departamento de futebol do Cruzeiro coloca como objetivo pelo menos classificação às quartas na edição 2024 do torneio

O Cruzeiro enfrenta o Sousa-PB nesta quarta-feira (21), às 19h15 (de Brasília), no estádio Marizão, na Paraíba, na primeira fase da Copa do Brasil. Maior campeão do torneio com seis títulos, o clube celeste entra na competição com o objetivo de superar o desempenho apresentado nas duas últimas edições.

Depois de ter disputado às oitavas de final da Copa do Brasil em 2023 (classificado a essa fase de forma direta pelo título da Série B de 2022), sendo eliminado pelo Grêmio, o Cruzeiro planeja chegar às quartas de final na edição deste ano como meta mínima.

Se alcançar esse objetivo, o clube somará algo em torno de R$ 13,4 milhões em premiação.

Duelo de opostos

Sousa-PB x Cruzeiro é o famoso duelo de opostos, colocando frente a frente um clube da Série A contra um da Série D. A partida será disputada na casa do time paraibano e será jogo único.

O Cruzeiro, por estar melhor ranqueado na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), joga por dois resultados para passar de fase: vitória ou empate. O Sousa-PB precisa vencer caso queira ir à Segunda Fase da Copa do Brasil.

O Sousa

Desde que foi sorteado pela CBF, o confronto tem sido tratado pelo Sousa-PB como a grande decisão do ano. O clube, que nunca avançou à segunda fase da Copa do Brasil, aposta na força que tem em seus domínios para conquistar o feito inédito.

A última derrota do Dinossauro no estádio Marizão, que tem capacidade para 10 mil pessoas, foi no dia 25 de janeiro de 2023. Na ocasião, foi superado pelo Campinense-PB, por 2 a 1, pelo Campeonato Paraibano daquele ano. Desde então, foram 17 vitórias e dois empates em 19 jogos.

De acordo com o presidente do clube paraibano, diversas propostas chegaram para que o Sousa vendesse o mando de campo. Contudo, a diretoria bateu o pé e, após aprovação de um laudo do corpo de bombeiros, garantiu a partida para a “Bombonera do Sertão”.

Mudanças na Comissão Técnica

Recentemente, o cargo de treinador do Sousa esteve vago. Após resultados ruins, Renatinho Potiguar foi demitido. O contratado para a posição foi Paulo Schardong, que tem passagens por alguns clubes mineiros.

A estreia do profissional não poderia ser melhor: vitória por 3 a 0 sobre o Campinense, pela 5ª rodada do Estadual. Para o duelo contra a Raposa, ele terá quase todos os jogadores à disposição. A única exceção é o atacante Ewerton Potiguar, anunciado na última segunda. O atleta não foi regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF a tempo.

Ingressos inflacionados

Tendo em vista a importância do confronto, o Sousa inflacionou os ingressos para o Marizão. No jogo contra o Campinense, pelo Campeonato Paraibano, o valor variava de R$ 20 (meia do setor Arquibancada) a R$ 80 (inteira do setor Cadeira). Quem quiser assistir ao confronto desta quarta in loco, porém, terá que desembolsar de R$ 70 a R$ 120.

Pela internet, os ingressos são vendidos pelo aplicativo Sousa Esporte Clube. Já no estádio, os bilhetes físicos poderão ser comercializados a partir de 13h (de Brasília).

Provável escalação: Bruno Fuso; Iranílson, Adriano Seixas, Marcelo Duarte e Jackson Santos; Hebert Cristian, Alexandre Aruá e Michel Lima; Leozinho, Diego Ceará e Charles Pereira.

Retrospecto do Cruzeiro em estreias

O Cruzeiro disputará sua 28ª Copa do Brasil. O hexacampeão do torneio perdeu apenas três vezes em partidas de estreia na competição: 1999, 2015 e 2023.

Em 1999 o time celeste perdeu para o Caxias, fora de casa, por 3 a 2, na primeira fase. Em 2015, como disputou também a Copa Libertadores, entrou nas oitavas de final, quando foi derrotado no jogo de ida por 2 a 1 para o Palmeiras, em São Paulo.

Já em 2023, perdeu para o Náutico por 2 a 1, no jogo de ida da terceira fase, no Recife.

Em 27 participações até aqui, o Cruzeiro venceu 12 vezes na estreia, empatou outras 12 e perdeu apenas três.

A Copa do Brasil é disputada desde 1989. O Cruzeiro foi campeão em 1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018.

O time celeste ficou fora de algumas edições da Copa do Brasil: em 1992 e 1994, anos em que apenas o campeão e o vice do Campeonato Mineiro garantiam participação no mata-mata; e em 2001, 2004, 2008, 2009, 2010 e 2011, por participar da Copa Libertadores, quando a CBF não permitia que as equipes jogassem os dois torneios no mesmo ano.

Segundo duelo contra paraibanos

O Cruzeiro fará apenas o segundo jogo contra um clube paraibano na Copa do Brasil. A primeira vez foi justamente no ano em que a competição foi inaugurada. Em 1989, o time celeste enfrentou o Botafogo-PB em dois jogos.

A primeira partida aconteceu no Mineirão, no dia 19 de julho de 1989, e terminou empatada em 0 a 0. No jogo de volta, o placar terminou 1 a 1, no dia 22 de julho. Os gols do duelo foram marcados por Evaristo, para o Botafogo-PB, e Daniel, para o Cruzeiro.

Todas as estreias do Cruzeiro na Copa do Brasil

  • 1989 - Cruzeiro 0 x 0 Botafogo-PB
  • 1990 - Cruzeiro 0 x 0 Goiás
  • 1991 - ABC-RN 1 x 1 Cruzeiro
  • 1992 - Ficou fora. Apenas o campeão e o vice do Campeonato Mineiro se classificavam.
  • 1993 (Campeão) - Desportiva-ES 1 x 1 Cruzeiro
  • 1994 - Ficou fora. Apenas o campeão e o vice do Campeonato Mineiro se classificavam.
  • 1995 - CSA-AL 1 x 2 Cruzeiro
  • 1996 (Campeão) - Juventus-AC 1 x 1 Cruzeiro
  • 1997 - Santa Cruz 1 x 1 Cruzeiro
  • 1998 - Amapá-AP 1 x 7 Cruzeiro
  • 1999 - Caxias-RS 3 x 2 Cruzeiro
  • 2000 (campeão) - Gama-DF 1 x 1 Cruzeiro
  • 2001 - Quem disputava a Libertadores ficava fora do torneio
  • 2002 - Bandeirante-DF 1 x 4 Cruzeiro
  • 2003 (Campeão) - Rio Branco-ES 2 x 4 Cruzeiro
  • 2004 - Quem disputava a Libertadores ficava fora do torneio
  • 2005 - Sergipe-SE 0 x 1 Cruzeiro
  • 2006 - Nacional-AM 2 x 5 Cruzeiro
  • 2007 - Veranópolis 0 x 0 Cruzeiro
  • 2008 - Quem disputava a Libertadores ficava fora do torneio
  • 2009 - Quem disputava a Libertadores ficava fora do torneio
  • 2010 - Quem disputava a Libertadores ficava fora do torneio
  • 2011 - Quem disputava a Libertadores ficava fora do torneio
  • 2012 - Rio Branco 0 x 6 Cruzeiro
  • 2013 - CSA 0 x 3 Cruzeiro
  • 2014 - Cruzeiro 5 x 0 Santa Rita
  • 2015 - Palmeiras 2 x 1 Cruzeiro
  • 2016 - Campinense 0 x 0 Cruzeiro
  • 2017 (Campeão) - Volta Redonda 1 x 2 Cruzeiro
  • 2018 (Campeão) - Athletico 1 x 2 Cruzeiro
  • 2019 - Fluminense 1 x 1 Cruzeiro
  • 2020 - São Raimundo 2 x 2 Cruzeiro
  • 2021 - São Raimundo 1 x 1 Cruzeiro
  • 2022 - Sergipe 0 x 5 Cruzeiro
  • 2023 - Náutico 1 x 0 Cruzeiro

SOUSA-PB X CRUZEIRO

Sousa-PB

Bruno Fuso; Iranílson, Adriano Seixas, Marcelo Duarte e Jackson Santos; Hebert Cristian, Alexandre Aruá e Michel Lima; Leozinho, Diego Ceará e Charles Pereira. Técnico: Paulo Schardong

Cruzeiro

Rafael Cabral; Zé Ivaldo, Neris e Marlon (João Marcelo); William, Lucas Romero, Lucas Silva, Matheus Pereira e Arthur Gomes; João Pedro (Robert) e Juan Dinenno. Técnico: Nicolás Larcamón.

Motivo: 1ª fase da Copa do Brasil 2024
Local: Estádio Marizão, em Sousa, na Paraíba (PB)
Data e horário: 21 de fevereiro de 2024, às 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Klein (FIFA/RS)
Assistentes: Maira Mastella Moreira (RS) e Fabrício Lima Baseggio (RS)

Participe do canal da Itatiaia no WhatsApp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais