Ouvindo...

Times

Náutico e Sport começam disputa pelo título do Campeonato Pernambucano

Rivais se enfrentam neste sábado (30), às 16h30 (de Brasília), no estádio dos Aflitos, no Recife (PE), pelo jogo de ida da final estadual

Ver resumo
  • Náutico e Sport fazem, neste sábado (30), o primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano
  • A partida será disputada no estádio dos Aflitos, casa do Timbu, a partir das 16h30
  • Essa é a 19ª vez que os rivais se enfrentam na decisão estadual

Náutico e Sport começam, neste sábado (30), a decidir quem conquistará o título do Campeonato Pernambucano. O primeiro Cássico dos Clássicos acontece no estádio dos Aflitos, no Recife (PE), a partir das 16h30 (de Brasília).

E é em sua casa que o Timbu aposta para sair na frente do rival na final. Apesar das recentes oscilações na Copa do Nordeste, o time treinado por Allan Aal não foi derrotado dentro de seus domínios no Estadual. São seis vitórias e um empate em sete jogos, sem nenhum gol sofrido e oito marcados.

“Como mandante, se conseguirmos fazer um grande jogo amanhã, iremos muito fortes para o próximo. Essa partida depende muito de como estaremos mentalmente. Passamos por algumas coisas, mas conseguimos chegar”, afirmou o capitão alvirrubro, Rafael Vaz, nesta sexta-feira (29), em coletiva de imprensa na sede da Federação Pernambucana de Futebol (FPF).

Técnico pressionado

O Náutico chega para a final do Campeonato Pernambucano distante do que pode ser definido como um bom momento. Apesar da classificação inesperada na Copa do Nordeste, o time treinado por Allan Aal não vence há quatro partidas. É a pior sequência da temporada.

A última vitória foi no jogo de ida da semifinal do Estadual, contra o Retrô-PE, por 1 a 0. Depois, o Timbu foi derrotado pelo mesmo Retrô (avançou à final nos pênaltis), empatou com o Sport e com o CRB e perdeu para o América-RN - estes três últimos resultados foram pelo Nordestão.

O técnico Allan Aal reconhece que a oscilação é grande, mas minimiza a pressão. “Nós, que trabalhamos com futebol, vivemos com a pressão 24 horas por dia. Sabemos da nossa capacidade. Nos cobramos porque temos para dar. A expectativa é alta. É o futebol brasileiro. Quando se trata de decisão, isso vira combustível”, destacou, em coletiva na última sexta.

Sport embalado

No Sport, o sentimento é o oposto. Após questionamentos acerca de seu trabalho, o técnico Mariano Soso conseguiu encaixar bem o time nas últimas partidas e emplacou duas vitórias consecutivas.

O Leão na Ilha não perde desde o dia 24 de fevereiro, quando foi superado justamente pelo Náutico nos Aflitos, válido pela primeira fase do Campeonato Pernambucano. Aliás, a equipe rubro-negra não venceu o principal rival nesta temporada.

“Jogamos contra o Náutico em dois jogos que formam parte da história. Mas temos a oportunidade de impor condições [agora]. Amanhã, temos que fazer um jogo muito estratégico. Há dificuldades. Eles são fortes dentro de sua casa, mas temos argumentos para vencer”, avalia Soso.

O técnico, inclusive, não estará no banco de reservas porque foi expulso na semifinal do Pernambucano, contra o Santa Cruz. Ele minimizou o fato.

“Tenho confiança nos jogadores e na comissão. Eu não sou imprescindível. A equipe tem um argumento para fazer um bom jogo e tentar vencer nossa primeira final”, pontuou, na última quarta-feira (27), após a vitória sobre a Juazeirense-BA na Copa do Nordeste.

Desfalques e dúvidas

O Náutico não terá à disposição para a primeira partida da final o centroavante Paulo Sérgio. Artilheiro do time na temporada, ele foi expulso na semifinal contra o Retrô-PE e cumpre suspensão. Patrick Allan e Diego Matos são dúvidas.

Já o Sport não sabe se poderá contar com o atacante Romarinho, que está com dores no tornozelo, e com o lateral Felipinho, que sofreu uma pequena lesão na coxa.

Náutico x Sport

Náutico

Vagner; Arnaldo, Guilherme Matos, Rafael Vaz e Diego Matos; Marco Antônio, Sousa e Patrick Allan; Luiz Paulo, Cléo Silva e Evandro. Técnico: Allan Aal.

Sport

Caíque França; Pedro Lima, Rafael Thyere, Luciano Castán e Felipinho; Felipe, Fábio Matheus, Lucas Lima e Alan Ruiz; Barletta e Gustavo Coutinho. Técnico: Mariano Soso.

Motivo: jogo de ida da final do Campeonato Pernambucano de 2024

Data e horário: 30 de março de 2023 (sábado), às 16h30 (de Brasília)

Local: Estádio dos Aflitos, no Recife (PE)

Árbitro: Diego Fernando

Auxiliares: Clóvis Amaral e José Romão

Transmissão

TV: Globo Nordeste, na TV aberta

YouTube: Canal GOAT

Leia também

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais