Ouvindo...

Times

Meia revela como Bahia aproveitou expulsão de Marlon para golear Cruzeiro

Caio Alexandre destacou que ter um homem a mais foi importante para abrir espaços na zaga celeste

O meia Caio Alexandre, do Bahia, disse que a expulsão de Marlon foi importante para que o time tricolor goleasse o Cruzeiro por 4 a 1 neste domingo (23), na Arena Fonte Nova, pela 11ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista na zona mista, o atleta revelou que o Esquadrão soube aproveitar os espaços deixados pela equipe celeste quando ficou com um homem a mais.

“Sempre ajuda. Um jogador a mais facilita na movimentação. É um desgaste maior para a equipe deles. Foi importante. No momento em que estava 1 a 1, logo depois que eles estiveram o homem expulso, conseguimos o segundo gol. Eles têm que sair, porque estão perdendo a partida. Foi onde conseguimos os espaços para contra-atacar e conseguir sair da Fonte Nova com um resultado positivo hoje”, destacou.

A Raposa até saiu na frente do placar neste domingo, mas levou o empate no final do primeiro tempo. A virada veio após o cartão vermelho para Marlon, que deu uma solada na canela de Gilberto. A goleada se concretizou no fim da partida.

Quem também comentou sobre o tema foi o atacante Thaciano, autor do primeiro gol tricolor. “Hoje, no futebol, para quem fica com um a menos, é muito difícil. Soubemos aproveitar bem, tivemos os espaços e concluímos em gol”, disse.

Marlon se posiciona

Também na zona mista, o lateral-esquerdo Marlon deu sua versão sobre o lance da expulsão. O atleta diz que não teve a intenção de machucar Gilberto, de quem é amigo.

“Não vou deixar de fazer as coisas que eu faço, sou o mesmo jogador quando ganho, quando perco e quando falo também. O Gilberto é meu amigo de profissão, colega de muitos anos. Diante do juiz ele disse que não tive intenção de machucá-lo. Como eu disse, eu fui parar para me proteger, lance em que ele vai dividir uma bola, ele chutou a bola antes. Meu pé pegou nele e eu fui expulso. Estou chateado, mas não tem o que fazer. Tenho que seguir trabalhando, melhorar e procurar evoluir para ajudar o Cruzeiro”, afirmou.

Com o resultado, o Cruzeiro estacionou nos 17 pontos e segue fora da zona de classificação para a Copa Libertadores. Já o Bahia foi a 21 pontos e está dentro do G4.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais