Ouvindo...

Times

Botafogo vence, assume liderança e mantém Fluminense perto do Z4

Time de Artur Jorge domina clássico diante do Tricolor, no Estádio Nilton Santos, e garante vitória com gol solitário de Bastos

Em um clássico de amplo domínio alvinegro, o Botafogo criou e perdeu muitas oportunidades, mas contou com um gol do zagueiro Bastos para vencer o Fluminense por 1 a 0, no Nilton Santos, nesta terça (11), pelo Brasileirão. O time de Artur Jorge sufocou a equipe de Fernando Diniz desde o primeiro minuto e terminou a partida com 14 finalizações a mais: 20 a 6

A vitória em casa leva o Glorioso aos 16 pontos, assumindo de forma momentânea a liderança da Série A. Flamengo e Bahia, que jogam na quinta-feira (13), podem o ultrapassar nesta rodada.

O Fluminense, por sua vez, segue com seis pontos. A depender dos demais resultados, o time de Fernando Diniz pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

Leia também

Na próxima rodada, o Fluminense recebe o Atlético-GO, no Maracanã, no sábado (15). O Botafogo visita o Grêmio, em Cariacica, no domingo (16). Veja a tabela completa aqui!

Botafogo perde gol atrás de gol

Antes de 30 segundos de bola rolando, Luiz Henrique já finalizou de fora da área, à esquerda da meta de Fábio. Foi um indicio do domínio do Botafogo que viria pela frente.

Com muita intensidade e marcação alta, o time de Artur Jorge sufocou o Fluminense, que não conseguiu sair jogando no estilo de Fernando Diniz.

Júnior Santos, Cuiabano, Gregore, Tiquinho, Tchê Tchê... Foram várias oportunidades, mas o Botafogo pecou na hora da finalização. Quando acertou, Fábio fez defesas importantes.

Flu para na trave em única chance

Em meio à pressão alvinegra, o Fluminense conseguiu encaixar um contra-ataque perigoso aos 27, com Marcelo fazendo lançamento preciso para Marquinhos.

Na velocidade, o atacante apareceu entre os zagueiros do Botafogo para cabecear na trave de John, que só observou a bola correr em frente ao gol antes da zaga cortar.

Bastos supera Fábio!

O Fluminense, que terminou o primeiro tempo ainda sob pressão, apresentou uma melhora nos 10 minutos após o intervalo e até levou perigo em chegada à área de Marcelo, mas parou por aí.

Dos 10 aos 20 minutos, o time de Diniz voltou a ser sufocado. Luiz Henrique, em jogada individual, obrigou Fábio a fazer nova defesaça. Na sequência, foi Cuiabano quem parou no goleiro.

Então, no 14º escanteio do Botafogo - o Fluminense tinha dois naquele momento -, Damián Suárez cruzou na medida para Bastos, que fez como o manual manda: cabeçada no chão e 1 a 0!

Glorioso com o controle

A tensão diminuiu, assim como o ritmo do Botafogo após o gol, mas o time de Artur Jorge seguiu com a partida sob controle no Nilton Santos. Inclusive, teve mais perto de ampliar.

Aos 40, Tchê Tchê lançou Júnior Santos, que invadiu a área e ficou cara a cara com Fábio. Apesar de estar livre, o camisa 11 do Botafogo não finalizou bem, por cima da meta adversária.

Botafogo 1 x 0 Fluminense

Botafogo

John; Damián Suárez, Bastos, Barboza e Cuiabano; Gregore, Marlon Freitas e Tchê Tchê (Patrick de Paula); Luiz Henrique (Yarlen), Júnior Santos e Tiquinho Soares (Óscar Romero) - Técnico: Artur Jorge.

Fluminense

Fábio; Samuel Xavier (Douglas Costa), Manoel (Alexsander), Marlon e Marcelo; Martinelli, Lima (Kauã Elias) e PH Ganso (Renato Augusto); Marquinhos, John Kennedy e Germán Cano (Isaac) - Técnico: Fernando Diniz.

Gols: Bastos (20'/2ºT), do Botafogo
Cartão amarelo: Tiquinho Soares, Tchê Tchê e Damián Suárez (BOT) ; Martinelli, Ganso e Marcelo (FLU)
Cartão vermelho: Não houve.

Renda e público: R$ 1.117.380,00 / 24,748 pagantes / 27.239 presentes

Motivo: Oitava rodada do Brasileirão
Data e hora: 11 de junho de 2024, às 20h (de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa/SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (Fifa/SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais