Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Atlético x Cruzeiro: clássico pelo Brasileiro põe em jogo pressão, hegemonia e boa fase

As duas equipes se enfrentam neste sábado (20), na Arena MRV, pela terceira rodada da Série A

A Arena MRV receberá o quarto clássico entre Atlético e Cruzeiro na história. Neste sábado (20), as duas equipes se enfrentam a partir das 21h (de Brasília), pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além dos três pontos, há outros objetivos importantes em disputa.

Do lado do Galo, a partida será nova oportunidade para derrotar o rival pela primira vez na nova casa. Desde o primeiro duelo, em 22 de outubro, Hulk e companhia não sabem o que é vencer a Raposa no estádio, inaugurado em 22 de agosto de 2024. Foram duas vitórias cruzeirenses e outro empate; este último no jogo de ida da final do Campeonato Mineiro.

Para o Cruzeiro será mais uma chance de ampliar o retrospecto positivo diante do rival na Arena MRV. A equipe celeste nunca perdeu na nova casa atleticana. Caberá ao técnico Fernando Seabra manter a invencibilidade da equipe na casa do arquirrival, números ainda registrados pelos técnicos anteriores, Zé Ricardo e Nicolás Larcamón.

Além do triunfo inédito no confronto, a equipe comandada pelo técnico Gabriel Milito busca também a primeira vitória na atual edição do Brasileiro. Até o momento, foram dois empates, contra Corinthians (0 a 0) e Criciúma (1 a 1).

O Cruzeiro quer seguir acumulando pontos. O time celeste venceu o Botafogo na estreia (3 a 2) e empatou com o Fortaleza (1 a 1) na segunda rodada do Brasileirão.

Último clássico

Pressionado pelos dois objetivos, o Atlético tem como alento a última partida contra o Cruzeiro. Em 7 de abril, o mandante do jogo deste fim de semana derrotou o adversário por 3 a 1 no jogo de volta da final do Campeonato Mineiro. Naquele dia, o Mineirão recebeu mais de 61 mil torcedores da Raposa.

Com a vitória, Milito comemorou o primeiro título pelo Atlético, que chegava ao pentacampeonato Estadual.

Leia também

Cruzeiro em boa fase

Do outro lado, um Cruzeiro bastante animado. Apesar de ter perdido o título mineiro para o rival e de ter caído na primeira fase da Copa do Brasil para o modesto Sousa-PB, o time celeste tem bom início no Brasileirão. Cabe lembrar que os “fracassos” aconteceram sob comando do demitido Nicolás Larcamón.

Nas duas primeiras rodadas, o time comandado por Fernando Seabra, escolhido para ocupar o cargo deixado pelo argentino, venceu o Botafogo por 3 a 2, em casa, e arrancou empate por 1 a 1 com o Fortaleza, na Arena Castelão. Com quatro pontos conquistados, o Cruzeiro busca manter a hegemonia na Arena MRV, para subir na tabela e seguir com melhor campanha que o Galo.

P

Para o clássico, o técnico Gabriel Milito não poderá contar com o meia/lateral Rubens. Com lesão no joelho, ele fica no estaleiro por alguns meses. O zagueiro Bruno Fuchs, que trata de edema muscular, também não deve estar entre os relacionados.

Em relação ao time que empatou com o Criciúma, o técnico argentino poderá promover alterações. Na zaga, o poupado Jemerson deve tomar a posição de Igor Rabello. No meio de campo, Rodrigo Battaglia deverá ser a principal atração; ele cumpriu suspensão na última rodada, após expulsão na estreia. Ainda no setor, Matías Zaracho pode ser acionado no lugar de Igor Gomes.

O Cruzeiro

O técnico Fernando Seabra será obrigado a mudar o time titular do Cruzeiro. O volante Lucas Romero, expulso contra o Fortaleza na segunda rodada, está suspenso e não poderá entrar em campo.

Dessa forma, dois jogadores brigam pela posição: Filipe Machado e José Cifuentes.

Machado foi titular do Cruzeiro no primeiro clássico da final do Campeonato Mineiro, ainda com Nicolás Larcamón no comando celeste. A partida terminou com o placar de 2 a 2, na Arena MRV.

José Cifuentes ainda não jogou como titular pelo Cruzeiro. Na última partida, contra o Fortaleza, não foi utilizado por Fernando Seabra. O treinador fez mudanças audaciosas no jogo, acionando os jogadores ofensivos Robert, Gabriel Veron, Rafael Elias, Mateus Vital e Barreal.

Além da mudança no meio-campo, Seabra pode alterar a defesa. Considerado zagueiro titular, Zé Ivaldo ficou fora no empate em 1 a 1 com o Fortaleza nessa quarta-feira (17). Se o defensor voltar ao 11 inicial, João Marcelo Ou Neris teriam que perder a posição.

Mandante não vence clássico há dois anos

Há mais de dois anos o time mandante não vence o clássico. A última vez foi em 2 abril de 2022, na final única do Campeonato Mineiro. Na ocasião, o Atlético ganhou por 3 a 1, no Mineirão. Naquele dia, as arquibancadas do Gigante da Pampulha ficaram divididas entre atleticanos e cruzeirenses. Foi a última vez que o embate teve “torcida meio a meio” em Minas Gerais.

De lá para cá, foram seis partidas entre os maiores clubes do Estado, com duas vitórias do Atlético, duas vitórias do Cruzeiro e dois empates.

Os arquirrivais ficam frente a frente menos de 20 depois do último confronto. No dia 7 de abril, o Atlético venceu o Cruzeiro por 3 a 1, de virada, no segundo jogo da final do Campeonato Mineiro. A partida foi disputada no Mineirão e terminou com o pentacampeonato alvinegro.

Desempenho do mandante nos últimos clássicos

2023

  • Cruzeiro 1 x 1 Atlético - Fase de grupos do Campeonato Mineiro - Independência
  • Cruzeiro 0 x 1 Atlético - 1º Turno do Campeonato Brasileiro - Parque do Sabiá
  • Atlético 0 x 1 Cruzeiro - 2º turno do Campeonato Brasileiro - Arena MRV

2024

  • Atlético 0 x 2 Cruzeiro - Fase grupos do Campeonato Mineiro - Arena MRV
  • Atlético 2 x 2 Cruzeiro - Primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro - Arena MRV
  • Cruzeiro 1 x 3 Atlético - Segundo jogo da final do Campeonato Mineiro - Mineirão

Atlético x Cruzeiro na Arena MRV

  • 22/10/2023 - Atlético 0 x 1 Cruzeiro - 28ª rodada do Campeonato Brasileiro
  • 03/02/2024 - Atlético 0 x 2 Cruzeiro - 3ª rodada do Campeonato Brasileiro
  • 30/03/2024 - Atlético 2 x 2 Cruzeiro - Jogo de ida da final do Campeonato Mineiro

Atlético x Cruzeiro

Atlético

Everson; Saravia, Mauricio Lemos, Jemerson e Guilherme Arana; Rodrigo Battaglia, Alan Franco (Otávio), Gustavo Scarpa, Matías Zaracho; Paulinho e Hulk. Técnico: Gabriel Milito.

Cruzeiro

Anderson; William; João Marcelo (Zé Ivaldo), Neris, Marlon; Filipe Machado (José Cifuentes), Lucas Silva, Ramiro e Matheus Pereira; Arthur Gomes e Rafa Silva. Técnico: Fernando Seabra.

Motivo: 3ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 20 de abril de 2024
Local: Arena MRV, em Belo Horizonte
Arbitragem: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Alex dos Santos
VAR: Wagner Reway
Trasmissão: Premiere e Sportv

A Itatiaia também transmite o duelo pelo 95,7FM, 610AM e pelos canais no Youtube (@itatiaiaesporte e @itatiaiaoficial).


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Henrique André é repórter multimídia e setorista do Atlético na Itatiaia. Acumula passagens por Uol Esporte, Jornal Hoje em Dia e outros veículos. Participou da cobertura de grandes eventos, como Copas do Mundo (2014-18) e Olimpíada (2016-2021).
Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Leia mais