Ouvindo...

Times

Ceni exalta luta do Bahia e elogia Atlético: ‘Um dos favoritos ao título’

Tricolor arrancou empate com o Galo neste domingo (2), na Arena MRV, pela sétima rodada do Brasileiro

O técnico Rogério Ceni, do Bahia, exaltou a luta de sua equipe para arrancar o empate do Atlético neste sábado (2), na Arena MRV. Em jogo válido pela sétima rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, Galo e Esquadrão empataram em 1 a 1.

“Uma característica do nosso time é não desistir nunca do jogo. Mesmo jogando em um estádio com muita pressão, torcida, e contra uma equipe que marca com muita intensidade. Conseguimos nos manter no jogo. Foi um jogo um pouquinho superior do Atlético. Teve mais bola, criação. Mas, quando chegamos à frente, chegamos bem, tocando bola. Tivemos boas oportunidades no primeiro tempo, no segundo, bons contra-ataques, bolas paradas boas”, destacou o comandante.

Para Ceni, o Tricolor sofreu um pouco quando não teve a bola, algo que já era esperado diante de um adversário como o Atlético. O técnico classificou o time treinado por Gabriel Milito como um dos favoritos ao título do Brasileirão.

“Você sabe que não vai ter um controle do jogo. Esse time é construído para ter a bola. Sem a bola, sofre um pouquinho mais. A gente teve alguns ajustes, principalmente depois das trocas. Sofremos nos primeiros minutos, mas depois ajustou melhor e conseguiu roubar mais bola. É um resultado importante, porque vejo o Atlético como um dos favoritos ao título”, pontuou.

Golaço de Ademir

O golaço do Bahia surgiu dos pés de Ademir, aos 24 minutos do segundo tempo, logo depois de Rogério Ceni realizar três trocas na equipe. Além do “Fumacinha”, entraram também Carlos de Pena e Oscar Estupiñan, que participaram do lance do gol.

As trocas foram feitas quando o Galo vencia por 1 a 0 e, de acordo com o treinador, o Bahia perdia intensidade.

“Precisávamos de mais energia dentro do campo. Muda um pouco a característica. Não marcamos tão bem com eles, mas deram a energia necessária para a gente voltar ao jogo depois de sofrer o gol. Mais uma vez, como foi em tantos outros jogos, é importante ter peças que possam mudar a energia do jogo”, avaliou.

Com o empate, o Esquadrão chegou a 14 pontos no Brasileirão e, neste momento, ocupa a vice-liderança da competição.

Próximo jogo

O Bahia volta a campo no dia 13 de junho, uma quinta-feira, para enfrentar o Fortaleza, às 21h30 (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA). A partida é válida pela oitava rodada do Brasileirão.

"É uma equipe difícil, que vem crescendo no último mês. Precisamos do apoio do nosso torcedor em casa”, projetou Rogério Ceni.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais