Ouvindo...

Times

Destaque na Espanha, Savinho revela por que tomou a decisão de sair do Atlético

Jovem atacante teve oferta para ficar no Galo em 2022, mas optou por deixar o clube e ir para o PSV, da Holanda

Uma das grandes revelações da base do Atlético nos últimos anos, o jovem atacante Savinho, de 20 anos, revelou por que decidiu deixar o clube alvinegro em meados de 2022.

Savinho foi vendido pelo Atlético para o Grupo City e acabou repassado ao PSV, da Holanda. Antes de ser negociado, no entanto, ele recebeu ofertas do Galo para permanecer no clube. Todas foram recusadas. E ele explicou o motivo.

“Naquele momento eu tinha muita vontade de sair, porque eu não jogava. É muito ruim não jogar. Tinha muita vontade de sair. Apareceu a proposta do Grupo City, aceitei sair. Eu tive uma proposta melhor, porque eu comecei a jogar no Galo, quando fui vendido, com o Turco, comecei a fazer gol”, disse Savinho ao canal da jornalista Yara Fantoni.

“O Galo queria que eu ficasse até o final do ano, e eu não aceitei. Meus empresários também não aceitaram porque queriam vir para a Europa cedo para passar o sufoco logo, o primeiro ano”, completou.

Savinho deixou claro que deseja voltar ao Atlético para jogar em alto nível no clube alvinegro. “Eu queria (ser mais aproveitado), tenho o sonho de voltar lá ainda. Não sei (o motivo), a cidade, mais tranquila, acho que tudo. Jogar em alto nível, como o Hulk”, concluiu.

Savinho no Atlético

Savinho chegou ao Atlético em 2018, ainda para a categoria sub-14. Na base, o atacante conquistou o Campeonato Mineiro Sub-14, Sub-15 e Sub-17. Pela Seleção Brasileira, venceu o Sul-Americano Sub-15. Sua estreia no profissional foi em 2020, ainda com o técnico Jorge Sampaoli.

Pelo time principal, foram 35 partidas, dois gols e uma assistência. Além disso, ele participou dos títulos do Campeonato Mineiro de 2020 e 2021, da Copa do Brasil de 2021 e do Campeonato Brasileiro de 2021.

Em junho de 2022, o Atlético vendeu 87,5% dos direitos econômicos do atleta para o Troyes, da França, por 6,5 milhões de euros (cerca de R$ 35,6 milhões à época). Por gatilhos, pré-estabelecidos no contrato, o Galo pode arrecadar mais 6 milhões de euros (31,7 milhões na cotação atual).

O clube francês, assim como o Girona, faz parte do City Football Group. O conglomerado envolve 12 equipes ao redor do mundo. Curiosamente, o brasileiro nunca defendeu o time francês. Logo no primeiro ano na Europa, o atacante foi emprestado ao PSV, da Holanda.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Túlio Kaizer é jornalista esportivo com grande experiência no digital. Foi setorista dos três grandes clubes do futebol mineiro: América, Atlético e Cruzeiro. Cobre também basquete, vôlei, esportes americanos, esportes olímpicos e e-sports.
Leia mais