Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Aguardado pelo Atlético, Bernard faz mais dois gols pelo Panathinaikos

O jogador de 31 anos vive os últimos momentos na Grécia; ele chegará ao Atlético em julho

Aguardado pelo Atlético, o meia-atacante Bernard segue brilhando no continente europeu. Neste domingo (14), ele voltou a brilhar e foi o protagonista na vitória do Panathinaikos sobre o Lamia, por 3 a 1.

No confronto válido pela Super Liga da Grécia, o jogador de 31 anos marcou duas vezes. A primeira, aos 15 minutos do segundo tempo; a segunda, aos 42. O time do “Bambino de Ouro” lidera a competição com 68 pontos conquistados; um a mais que o PAOK.

Com 45 jogos disputados na temporada 2023/24, sendo 35 como titular, Bernard acumula 10 gols marcados. Além disso, foram nove assistências, em 3.159 minutos em campo.

Leia também

Retorno de Bernard

Em 2 de feveireiro, o Atlético acertou os termos do contrato de Bernard, que ficará livre no mercado em julho. O vínculo acertado tem validade até o fim de 2027.

Bernard foi revelado pelo Atlético, onde fez 100 jogos, marcou 12 gols e conquistou três títulos: Copa Libertadores (2013) e Campeonato Mineiro (2012 e 2013). Ele atuou pelo Galo entre 2011 e 2013, após breve empréstimo ao Democrata-SL em 2010.

O meia deixou o clube em agosto de 2013, ao ser negociado para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Bernard atuou pela Seleção Brasileira nesse período, entre 2012 e 2014. O jogador permaneceu no Shakhtar até 2018. Depois, ele atuou por Everton, da Inglaterra, e Al-Sharjah, dos Emirados Árabes, até chegar à Grécia, em agosto de 2022.

Alegria nas pernas

Revelado pelo Atlético, Bernard começou a ter destaque com a camisa alvinegra principalmente em 2012, na campanha do vice-campeonato do Campeonato Brasileiro daquele ano. Na temporada seguinte, ele foi um dos destaques na conquista do título inédito da Copa Libertadores, inclusive com gol importante na semifinal.

No Galo, Bernard se destacou atuando principalmente pelo lado esquerdo do campo. Na metade de 2013, ele foi vendido ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por 25 milhões de euros, a maior venda da história do clube.

As boas atuações levaram o atacante para a Copa do Mundo de 2014, sob o comando de Felipão. O atual treinador do Atlético cunhou a famosa frase “alegria nas pernas” ao falar sobre o atleta.


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Henrique André é repórter multimídia e setorista do Atlético na Itatiaia. Acumula passagens por Uol Esporte, Jornal Hoje em Dia e outros veículos. Participou da cobertura de grandes eventos, como Copas do Mundo (2014-18) e Olimpíada (2016-2021).
Leia mais