Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Joias reveladas por Atlético e Cruzeiro figuram em lista de melhores promessas do mundo

Ranking foi divulgado nesta terça-feira (2) por veículo estrangeiro

Dois atacantes revelados pelo futebol mineiro aparecem em lista das maiores promessas do futebol mundial, divulgada nesta terça-feira (2) pela ESPN norte-americana. O olheiro Tor-Kristian Karlse elegeu os atacantes Savinho, ex-Atlético, e Vitor Roque, ex-Cruzeiro e América, entre os melhores atletas com menos de 22 anos no mundo.

Aos 19 anos, Savinho figurou na 17ª colocação no ranking graças à temporada de sucesso com a camisa do Girona, clube que tem sido a surpresa do Campeonato Espanhol. Também aos 19 anos, Vitor Roque tem buscado seu espaço no Barcelona e apareceu logo atrás na lista, no 18º lugar.

A lista contém no total 39 jogadores de todo o mundo. O único brasileiro além dos dois citados que apareceu no ranking foi Endrick. Aos 17 anos, a grande promessa do Palmeiras, vendida ao Real Madrid-ESP, aparece na 20ª colocação, pouco atrás dos companheiros de Seleção.

Tor-Kristian Karlse trabalhou como olheiro em equipes como Watford-ENG, Bayer Leverkusen-ALE, Zenit-RUS e Monaco-FRA. O dinamarquês foi chefe de scout, diretor esportivo e CEO durante mais de 25 anos de carreira no futebol.

Veja como o olheiro definiu os brasileiros

Sávio

Pontos fortes: A tremenda capacidade de drible e velocidade de Sávio significam que ele pode quebrar a linha defensiva nas áreas centrais e também nas laterais, mesmo quando enfrenta dupla marcação. A aceleração o faz atingir a velocidade máxima em pé em questão de segundos, enquanto a técnica refinada e o comando de corpo (quase como o de um ginasta) o tornam extremamente difícil de ser lido pelos oponentes. A corrida sem bola é feita com determinação e propósito. Ele se destaca em manter o equilíbrio - muitas vezes apenas rebatendo desafios físicos - e se posiciona bem para combinações e movimentos de passe com seus companheiros de equipe.

Como ele pode melhorar: A defesa é um trabalho em andamento, embora uma taxa de sucesso de quase 50% nos duelos defensivos seja decente. Os passes ainda são imprecisos. Isso pode ser explicado pela fraqueza inata em seu jogo, já que ele tende a buscar passes para frente de alto risco, mas também confia demais em seu pé esquerdo, o mais forte”, pontuou o olheiro.

Vitor Roque

Pontos fortes: Gosta de ir fundo para participar da construção, ou de pegar uma posição lateral na esquerda, mas é dentro da área que Vitor Roque se sente em casa. As investidas explosivas com a bola nos pés são particularmente eficazes, e a natureza intensa de seu jogo, o baixo centro de gravidade e o físico compacto fizeram com que ele fosse comparado em estilo à lenda da Argentina e do City, Sergio Agüero. Finalizador natural com os dois pés, ele raramente precisa de toques extras antes de acertar a bola e é capaz de acertar o alvo de vários ângulos. Excepcionalmente para um atacante de apenas 1,70 metro, Vitor Roque também é bom no jogo aéreo – seis de seus 12 gols no Campeonato Brasileiro na temporada passada vieram de cabeça.

Como pode melhorar: Embora o seu número de gols deva aumentar à medida que se habitua aos padrões de ataque colectivo do Barcelona, ele tende a optar pela força em vez da precisão quando procura o gol. Um pouco mais de paciência nesses momentos cruciais não faria mal”, escreveu o olheiro.

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Jornalista pela PUC Minas, Pedro Leite é repórter de esportes da Itatiaia. Tem experiência na cobertura diária de portais, redes sociais e jornal impresso. Apaixonado por futebol, já passou pelo Superesportes.
Leonardo Parrela é repórter multimídia na área de esportes na Itatiaia. É formado em Jornalismo pela PUC Minas. Antes da Itatiaia, colaborou com Globo Esporte, UOL Esporte e Hoje Em Dia, onde cobriu Copa do Mundo, Olimpíada e grandes eventos.
Leia mais