Ouvindo...

Times

Vídeo: Jovem de 14 anos é ovacionado em escola após estreia profissional no futebol

Cena que viralizou aconteceu após estreia de Mateo Apolonio pelo Deportivo Riestra-ARG

O futebol argentino tem um novo prodígio a caminho. Trata-se de Mateo Apolonio, de 14 anos, lateral-esquerdo do Deportivo Riestra, da Argentina.

Mateo se tornou o atleta mais jovem a atuar profissionalmente na Argentina, ao entrar na partida contra o Newell’s Old Boys, pela Copa Argentina, aos 14 anos e 29 dias de idade. O recorde anterior pertencia a Sergio Agüero, que estreou pelo Independiente aos 15 anos e 35 dias, em 2003.

Apesar da marca estabelecida no futebol argentino, Apolonio precisa adequar a rotina como atleta à vida de um estudante.

Na escola em que estuda, o jovem prodígio foi recebido de forma calorosa pelos colegas e professores após sua estreia profissional. A cena viralizou nas redes sociais.

Veja vídeo

Estreia no futebol

A estreia de Mateo Apolonio aconteceu na derrota do Deportivo Riestra para o Newell’s Old Boys, por 1 a 0, pela Copa Argentina.O jovem lateral começou a partida no banco de reserva e entrou no jogo aos 40 minutos do segundo tempo, quando sua equipe já perdia.

Em entrevista concedida após o duelo, Cristian Fabbiani, técnico do Riestra, explicou a escolha por Mateo.

Segundo ele, o foco da equipe é no Campeonato Argentino, e as outras competições serão disputadas com time alternativo.

O lateral também concedeu entrevista e falou como soube da convocação.

“Eu estava na sala da minha casa, subi e meu pai estava chorando. Não entendi nada e ele me disse que eu estava escalado para a Primeira Divisão. Fiquei nervoso o dia todo, tremendo.”, afirmou a jovem promessa.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Jornalista em formação pelo Centro Universitário UNA. Acumula passagens pela Web Rádio Neves FM e Portal Esporte News Mundo, como setorista do América, além de possuir experiência em coberturas in-loco e podcast. Apaixonado por automobilismo e esportes americanos.
Leia mais