Ouvindo...

Times

Neymar defende Seleção após empate frustrante na estreia da Copa América

Brasil e Costa Rica ficaram no 0 a 0 na noite desta segunda-feira (24), no SoFI Stadium, em Los Angeles

Nesta segunda-feira (24), a Seleção Brasileira fez sua estreia na Copa América em um jogo de chances perdidas contra a Costa Rica. Após um frustrante empate sem gols, o atacante Neymar utilizou seu perfil no Instagram para desabafar sobre o resultado e refletiu sobre a pressão constante que os jogadores enfrentam.

“Quando estamos em campo, obviamente queremos fazer o nosso melhor.. tem dia que não acertamos nada mas tem dia que tu se encaixa. Ser jogador de futebol é ser julgado o tempo inteiro, a cada passe, a cada chute, a cada escolha... e o porquê disso tudo? Porque TODOS os brasileiros queriam ser jogador da Seleção Brasileira, todo mundo sonhou, todo mundo tentou.. e por isso quem está fora acha que sabe mais do que está dentro e é normal.. de fora você consegue ter uma visão que jamais veria dentro de campo, em segundos você tem que solucionar uma jogada”, escreveu Neymar.

Ainda em recuperação de lesão, o camisa 10 do Al-Hilal esteve presente em um dos camarotes do SoFI Stadium na região de Los Angeles, nos Estados Unidos, para acompanhar a partida. Desta vez como espectador, o jogador desabafou sobre o resultado e declarou apoio aos companheiros.

“Hoje eu vivi o lado torcedor, cheio de angústia, sentimento de que o gol iria sair, calafrio, mas JAMAIS vou ultrapassar o limite fora do campo. Acabou o jogo, seguimos, bora treinar e melhorar pro próximo jogo. Confio muito nesse grupo e sei bem que eles irão fazer o melhor possível por eles, pela família e por todos os torcedores brasileiros”, completou o atacante.

Leia também:

Estreia com empate frustrante

Apesar das chances criadas e da pressão aos adversários, o Brasil ficou no 0 a 0 diante da Costa Rica na estreia da Copa América. Foi o primeiro empate na história entre as duas seleções, na 12ª partida. O Brasil venceu dez vezes, e a Costa Rica apenas uma, em 1960. A Seleção Brasileira ainda não perdeu sob o comando de Dorival Júnior, mas agora são mais empates, três, do que vitórias, duas, após cinco partidas.

Como a Colômbia venceu o Paraguai também nesta segunda-feira (24), por 2 a 1,em Houston, o Brasil está na segunda posição do Grupo D, ao lado dos costa-riquenhos. Somente os dois primeiros de cada chave avançam para as quartas de final. O próximo rival brasileiro serão os paraguaios, na próxima sexta-feira (28).

Copa América

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Ana Luiza Pereira é jornalista formada pela PUC Minas. Repórter multimídia da Rádio Itatiaia, dedica-se à cobertura de esportes em geral. Acumula passagens anteriores pela TV Horizonte, Rádio Inconfidência e Rede Minas de Televisão.
Leia mais