Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Advogada de Daniel Alves confirma devolução de dinheiro à família de Neymar

Ex-jogador ressarciu o valor de 150 mil euros ao pai do camisa 10 do Al-Hilal; dinheiro foi usado para pagar indenização no julgamento por crime de estupro

Daniel Alves, condenado por estupro na Justiça Espanhola, ressarciu o dinheiro emprestado pelo pai de Neymar para o pagamento de uma indenização à vítima antes do julgamento. A advogada do atleta, Inés Guardiola confirmou a devolução do valor de 150 mil euros (aproximadamente R$ 818 mil, na cotação atual) ao empresário.

Segundo informações da defesa do ex-lateral, o dinheiro foi devolvido há uma semana, agora que Daniel aguarda em liberdade provisória o julgamento dos recursos.

O valor em questão é referente a uma indenização paga à denunciante antes do julgamento do ex-jogador, realizado em fevereiro deste ano. O pagamento influenciou na decisão por menor pena ao atleta. Na ocasião, a acusação solicitou 12 anos de prisão, tempo máximo na lei espanhola para crimes de agressão sexual. Contudo, Daniel Alves foi sentenciado a quatro anos e meio.

Fiança de Daniel Alves

O ex-lateral da Seleção Brasileira deixou a prisão após a Justiça espanhola conceder liberdade provisória mediante ao pagamento de uma fiança avaliada em 1 milhão de euros (R$ 5,4 milhões).

Na época, a imprensa europeia chegou a cogitar um novo envolvimento da família de Neymar no caso. Contudo, o pai do atacante foi a público negar a sua participação em uma nova ajuda ao acusado.

A origem do dinheiro não foi revelada pela advogada de Daniel Alves. O jornal catalão La Vanguardia afirma que o ex-jogador conseguiu a quantia por meio de empréstimos com um grupo de amigos. O jogador tem a receber 6,8 milhões de euros (cerca de R$ 36,6 milhões) e o valor foi dado como garantia pela advogada Inés Guardiola.

Caso Daniel Alves

Condenado por estupro em Barcelona, na Espanha, Daniel Alves estava preso desde janeiro de 2023, mas deixou a prisão na cidade espanhola após pagamento de fiança de 1 milhão de euros (cerca de R$ 5,4 milhões).

Por ter estuprado uma jovem em uma boate em Barcelona, o ex-lateral da Seleção Brasileira foi condenado a 4 anos e um mês, em fevereiro deste ano. Porém, a Justiça concedeu a Daniel Alves o direito de aguardar em liberdade o julgamento dos recursos do caso.

Condenação

Daniel Alves foi condenado a quatro anos e meio de prisão, além de uma liberdade supervisionada de cinco anos. A juíza do caso, Isabel Delgado, também estipulou que fosse paga uma indenização de 150 mil euros e ordenou que Daniel Alves ficasse afastado da vítima por nove anos. As custas processuais também ficarão a cargo de Alves.

Em depoimento durante a audiência que selou a sua condenação, Daniel Alves chorou, disse ter ingerido bebida alcoólica e negou que tenha violentado a mulher.

Daniel Alves

Dani Alves, de 40 anos, atuou profissionalmente entre 2001 e 2023. O lateral e também meio-campista defendeu ao longo da carreira: Bahia, Sevilla-ESP, Barcelona-ESP, Juventus-ITA, Paris Saint-Germain-FRA, São Paulo, Barcelona novamente e Pumas-MEX. O lateral também defendeu a Seleção Brasileira, entre 2006 e 2022.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Ana Luiza Pereira é jornalista em formação pela PUC Minas. Com passagens por TV Horizonte, Rádio Inconfidência e Rede Minas, dedica-se à cobertura esportiva e integra o time do Itatiaia Esporte.
Leia mais