Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Campeão pelo Corinthians elege Fluminense e City como favoritos no Mundial

Romarinho, personagem marcante do título do Timão na Libertadores de 2012, falou sobre as expectativas para o Mundial de Clubes

Captura de tela 2023-12-11 151853.png

Reprodução

O pontapé inicial do Mundial de Clubes será dado nesta terça-feira (12), no duelo entre Al-Ittihad (Arábia Saudita) e Auckland City (Nova Zelândia), pela primeira fase. Campeão do torneio pelo Corinthians em 2012, Romarinho, atacante do time saudita, comentou sobre as expectativas e possíveis favoritos ao título.

“O crescimento de outros países foi grande e fez com que as equipes chegassem mais fortes. Em 2017, com o Al-Jazira, fizemos um grande jogo contra o Real Madrid e poderíamos ter avançado à final. Os sul-americanos e europeus ainda são favoritos, por tudo que representam no futebol mundial, mas os representantes de outros continentes atualmente têm melhores condições”, afirmou.

Desde o título do Timão, apenas clubes europeus levantaram o troféu do Mundial de clubes. Com duas participações, Romarinho falou sobre o atual momento do Al-Ittihad e de suas antigas experiências no torneio.

"É uma competição gigante e especial. Tive a oportunidade de disputar duas vezes, com um título e uma semifinal. Fizemos uma boa preparação e a ideia é pensar jogo a jogo, e tentar ir o mais longe possível. Temos um elenco de qualidade e preparado para fazer uma grande competição em nosso país”, completou.

Encontro com o Fluminense

Caso supere o Auckland City, o Al-Ittihad de Romarinho e Karim Benzema terá o Tricolor pela frente. O atacante brasileiro ressaltou a qualidade do Fluminense, mas não deixou de lado a importância do primeiro confronto.

"É uma grande equipe, tanto que conquistou a Libertadores, o Carioca e fez boas campanhas em outras competições. É um time muito bom, com jogadores de Seleção Brasileira, e certamente chega como um dos favoritos. Mas ainda não pensamos nesse confronto, pois temos outros pela frente e temos que entrar focados neles para, se possível, chegar até o Fluminense depois”, concluiu.

Jornalista em formação na UFMG. Apaixonado por futebol e esportes em geral.
Leia mais