Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Lula se reúne com delegação da Fifa que analisa Brasil como sede da Copa Feminina

Delegados vão visitar quatro das dez cidades indicadas na candidatura; apoio do Governo Federal é fundamental para que o projeto tenha chance

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu nesta quarta-feira (21) no Palácio do Planalto, em Brasília, a delegação da Fifa que visita o Brasil para vistoriar o país para a candidatura a ser sede da Copa do Mundo Feminina de 2027.

A definição ocorrerá no Congresso da federação internacional, em 17 de maio, na Tailândia, e o país concorre com outras duas candidaturas, ambas conjuntas: Estados Unidos/México e Alemanha/Bélgica/Holanda.

A comitiva da Fifa é liderada pela neozelandesa Sarai Bareman, diretora-chefe de futebol feminino da entidade, e conta com mais dez delegados. O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, esteve presente no encontro, além do Ministro do Esporte, André Fufuca.

“Tenho certeza que o nosso país, por sua tradição no futebol e pela estrutura de estádios já construídos, tem plena capacidade de receber esse evento, num momento de ascensão do futebol feminino no Brasil e no mundo. Será um momento de grande visibilidade para estimular o futebol feminino”, afirmou Lula.

As 211 associações filiadas votam para escolher a sede vencedora, com exceção daquelas que estão suspensas pela Fifa. O critério da eleição ainda não foi divulgado.

Mesmo sendo uma eleição, especialistas de diversas áreas da Fifa produzem um relatório, em que dão notas às candidaturas, com base em diversos fatores como estádios, infraestruturas de campos de treinamento, transporte das cidades, hotelaria, apoio do governo local, etc. É com base nesse texto que as federações votam, apesar de que sempre há o fator político em uma decisão desse tipo.

É esse documento que irá produzir a comitiva da Fifa que está no Brasil. O apoio do governo do país candidato é fundamental para a Fifa principalmente porque a entidade exige isenção de diversos impostos para poder operar a organização da Copa do Mundo Feminina. O mesmo ocorreu em 2014, no torneio masculino.

A delegação da Fifa vai avaliar nessa primeira visita quatro das dez cidades apresentadas como opções para os jogos: Rio, Brasília, Salvador e Recife, que tem a Arena de Pernambuco em sua região metropolitana. Eles vão analisar diversas condições para ajudar na elaboração do documento, que deve ser enviado a todas as associações até meados de abril.

As cidades e estádios indicados pelo Brasil

  • Mineirão (Belo Horizonte)
  • Beira-Rio (Porto Alegre)
  • Mané Garrincha (Brasília)
  • Arena Pantanal (Cuiabá)
  • Arena da Amazônia (Manaus)
  • Arena Fonte Nova (Salvador)
  • Arena de Pernambuco (Recife)
  • Arena Castelão (Fortaleza)
  • Maracanã (Rio)
  • Neo Química Arena (São Paulo)
Leia também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais