Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Gisele Bündchen chora ao relembrar perda em papo com Ana Maria Braga no ‘Mais Você'

Ainda durante participação, Gisele Bündchen ensinou a preparar receita especial

Gisele Bündchen, de 44 anos, ficou bastante emocionada ao relembrar a morte da mãe durante o “Mais Você", da TV Globo, nesta sexta-feira (19). A modelo, que está no Brasil, conversou com Ana Maria Braga direto de um hotel de luxo do Rio de Janeiro.

Antes de ver fotos da mãe, Ana perguntou para Gisele o que ela falaria para a “menina de 10 anos atrás”, e ela respondeu: “Eu daria uma tapinha nas costas e falaria: ‘Você fez bem. Você deu o seu melhor e continua aprendendo todos os dias, e a vida é um presente. Todo dia a gente vai ter a oportunidade de crescer, aprender, expandir e de viver’”.

Ela continua: “Tenho muita gratidão por todas as coisas e experiências que a vida me deu, algumas difíceis. Todos nós temos momentos difíceis, mas têm muitos momentos de alegria também e eu me sinto uma pessoa muito abençoada”.

Adepta a uma alimentação mais natural e sempre preocupada com a natureza, Gisele comenta que seus filhos, Benjamin, 14, e Vivian, 11, do relacionamento com o ex-jogador de futebol americano Tom Brady, seguem o mesmo exemplo.

Leia também

“Eu moro na Flórida (Miami, EUA) e vou te falar. A gente sempre teve jardim pequeno em casa e as crianças desde pequeninhas, na hora do lanche, sempre falavam ‘vamos para a hortinha’. Tinha tomatinho cereja, pepino, vagem, enfim, tudo que a gente plantava lá. É muito legal ter essa conexão, pois as crianças quando plantam alguma coisa têm muito mais orgulho de pegar e comer. As minhas crianças até hoje comem todos os vegetais crus, porque desde pequenas elas iam lá, lavavam os vegetais que iam comer e colocavam em uma cestinha”, conta.

Família, luto e livro

Durante o bate-papo, Gisele usou a palavra “Green House” para se referir à estufa ao esquecer de como era em português. Ana brinca sobre isso, e a modelo explica que em 2025 completa 30 anos que ela está na estrada.

“De vez em quando me faltam as palavras. Você pode tirar a menina do Brasil, mas não pode tirar o Brasil da menina. Não tem como”, afirma.

Ela comenta que os filhos, que são cidadãos americanos, falam inglês fluentemente. “A minha filha fala sem acento nenhum, mas o meu filho ele tem um pouco mais de acento. Ele gosta de responder em inglês, e eu puxo ele para responder em português”, conta.

E, falando em família, Ana exibe fotos da mãe da modelo, Vânia Nonnenmacher, que morreu em 28 de janeiro devido a um câncer. A modelo fica nitidamente emocionada, Ana pede desculpa por fazê-la chorar e inicia um papo sobre “Nutri”, livro de receitas saudáveis lançado por Gisele.

A modelo recorda que teve ataques de pânico, ansiedade e depressão por causa de maus hábitos. “Não tinha noção de que isso era conectado com o que eu me alimentava, meu estilo de vida. Eu estava na rodinha do hamster, indo a mil por hora e não estava muito consciente. A vida estava muito rápida, dois dias em cada país, morava em uma mala, não estava dormindo bem e me exercitando”, conta ela, que recebeu ajuda de um médico naturalista para mudar hábitos.

Algum tempo depois, após ver imagens da época em que estava mais jovem, ela reflete: “Eu aprendi que a nossa saúde é o mais importante, aprendi isso também com o que aconteceu com minha mãe.” Ainda no matinal, Gisele ensinou a fazer um salmão crocante.


Participe dos canais da Itatiaia:

Patrícia Marques é jornalista e especialista em publicidade e marketing. Já atuou com cobertura de reality shows no ‘NaTelinha’ e na agência de notícias da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt). Atualmente, cobre a editoria de entretenimento na Itatiaia.
Leia mais