Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Jovem do Santos marca pela Bolívia Sub-23 e projeta chance na equipe principal

Atacante anotou um gol nos amistosos da seleção boliviana Sub-23 contra o Paraguai

Enzo Monteiro marcou pela Bolívia

Enzo Monteiro marcou pela Bolívia

Arturo Orgaz/FBF

O atacante Enzo Monteiro, da equipe Sub-20 do Santos, esteve junto com a Seleção Boliviana Sub-23 nos amistosos contra o Paraguai, em período preparatório para o Torneio Pré-Olímpico Sul-Americano de 2024. A Bolívia está no Grupo A, ao lado de Brasil, Colômbia, Equador e Venezuela.

Enzo foi um dos destaques ao marcar o gol da vitória no primeiro amistoso entre as duas seleções, na última quarta-feira (15). No segundo duelo, no sábado (18), os paraguaios levaram a melhor e venceram os bolivianos por 3 a 1.

Ao fim da temporada com a equipe Sub-20 do Peixe, o atacante boliviano exalta o período com a Seleção Sub-23 da Bolívia. Em 2023, Enzo foi um dos artilheiros da categoria santista, com 11 gols.

"É sempre uma honra defender meu país. É um período de aprendizado para cada vez mais adquirir experiência. Então, é muito importante para mim que estou começando. Tenho trabalhado muito, tanto no Santos quanto na Seleção Sub-23, porque isso pode ser uma porta de entrada para estar na seleção principal”, disse Enzo.

Inspirado em Marcelo Moreno, o atacante Enzo Monteiro sonha um dia em ocupar a lacuna deixada pelo camisa 9 da Bolívia. O ídolo do futebol boliviano anunciou recentemente sua aposentadoria da Seleção e realizou seu último jogo ontem (21), na derrota contra o Uruguai, por 3 a 0.

Enzo lamenta não ter tido a chance de jogar ao lado de Moreno, e sonha um dia assumir o lugar dele como o homem gol da Bolívia. O jovem de 19 anos chegou a fazer sua estreia profissional pela Seleção Boliviana em amistoso contra o Panamá, no dia 27 de agosto deste ano.

“Marcelo Moreno é um ídolo para mim e para toda nação boliviana. Cresci vendo ele, escutando dele e queria muito poder ter tido a chance de ter trabalhado com ele na Seleção. Para mim seria um sonho poder assumir o lugar dele um dia, mas isso é tempo ao tempo, tenho que continuar trabalhando, pois sei o quanto é um peso importante por tudo que ele fez pela Bolívia”, afirmou.

Jornalista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Responsável por acompanhar o dia a dia de Corinthians e Santos pela Itatiaia Esporte. Passagem também como repórter do portal Meu Timão
Leia mais