Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Paulo Gonet, indicado de Lula à PGR, será sabatinado pela CCJ em 13 de dezembro, e Jaques Wagner é o relator

Presidente Lula indicou Paulo Gonet à PGR e o ministro da Justiça Flávio Dino ao Supremo Tribunal Federal (STF) nessa segunda-feira (27)

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou a indicação de Paulo Gonet à Procuradoria-Geral da República (PGR) nessa segunda-feira (27)

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou a indicação de Paulo Gonet à Procuradoria-Geral da República (PGR) nessa segunda-feira

Ricardo Stuckert | PR

Indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Procuradoria-Geral da República (PGR), Paulo Gonet Branco será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do Senado Federal, no próximo dia 13 de dezembro. Se aprovado, o nome ainda será levado à análise do plenário.

A data confirmada pelo presidente do colegiado, senador Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), é a mesma marcada para a sabatina do ministro da Justiça Flávio Dino, indicado por Lula ao Supremo Tribunal Federal (STF) nessa segunda-feira (27).

O relator da indicação de Paulo Gonet será o líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), autor de voto considerado controverso pela base e favorável à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para limitar as decisões individuais dos ministros do STF, aprovada em sessão na semana passada.

O cargo de procurador-geral da República está vago desde 26 de setembro, quando Lula decidiu não reconduzir o então procurador Augusto Aras. No período de indefinição, o cargo foi ocupado interinamente pela sub-procuradora Elizeta Ramos, e Lula manteve sob a mesa dois nomes: Paulo Gonet Branco e Antonio Bigonha.

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Leia mais