Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Ministro do STF, Luiz Fux dá aula de jiu-jitsu a seguranças de tribunal

Aos 70 anos de idade, magistrado é mestre na modalidade

Ministro Fux, ao centro, é faixa coral no jiu-jitsu

Ministro Fux, ao centro, é faixa coral no jiu-jitsu

Divulgação/TJDFT

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), ministrou um treinamento de jiu-jitsu para agentes de segurança judicial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF). Aos 70 anos, o ministro é mestre e já alcançou a faixa coral (vermelha e branca) - a segunda mais alta da modalidade, só atrás da vermelha.

O treinamento de Fux foi dado aos agentes faixas pretas Emerson Gusmão, Nelson Calvet, Aristóteles Miranda, Daniel Carvalho, Carlos Eduardo Inácio e Kiyoto Nakayoshi e à faixa branca Patrícia Queiroz.

Os alunos de Fux classificaram a aula como de “imensurável valia”. “Seu estilo, o jiu-jitsu raiz, chamado, hoje, de Old School, o qual pratica há mais de 50 anos, demonstrou considerável eficiência, contribuindo, dessa forma, com o aumento do aparato técnico dos policiais, em caso extremo que requeira domínio corporal de agressor ativo”, diz o TJ-DF, em nota.

Ao final do treinamento, Luiz Fux desejou a realização de mais eventos do tipo, incluindo tribunais de outros estados. “Terminamos o treino de nossa arte. Agora, minha luta é por Justiça!”, disse o ministro.

É jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB). Cearense criado na capital federal, tem passagens pelo Poder360, Metrópoles e O Globo. Em São Paulo, foi trainee de O Estado de S. Paulo, produtor do Jornal da Record, da TV Record, e repórter da Consultor Jurídico. Está na Itatiaia desde novembro de 2023.
Leia mais