Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Governo de Minas quer atrair investimento bilionário de outra companhia chinesa

Ideia é avançar em conversas com a Sany, especializada em produzir máquinas pesadas; empresa quer aportar R$ 2 bi no Brasil

Comitiva de Zema que esteve na China abriu diálogos com representantes da Sany

Comitiva de Zema que esteve na China abriu diálogos com representantes da Sany

Sany/Reprodução

O governo de Minas Gerais quer que ao menos uma parte do investimento de R$ 2 bilhões que a companhia Sany pretende fazer no Brasil fique no estado. A empresa chinesa é uma das maiores produtoras de máquinas pesadas do mundo.

A busca pelo investimento da Sany em Minas foi informada à Itatiaia pelo secretário de Estado de Casa Civil de Minas, Marcelo Aro (PP). A companhia esteve entre as principais empresas visitadas pela comitiva liderada pelo governador Romeu Zema (Novo) durante viagem à China.

“O governador também conversou com o pessoal da Sany e convidou para que eles invistam em Minas Gerais. Eles já falaram que vão investir R$ 2 bilhões no Brasil e o governador veio (até a China) para falar para que eles invistam em Minas Gerais”, disse Aro.

Até aqui, a equipe de Zema calcula ter captado investimentos de R$ 800 milhões durante a passagem pela Ásia. Depois da China, o foco é o Japão, onde os compromissos começam nesta segunda-feira (13). A estadia em solo japonês durará até o próximo dia 18.

“Minas voltou a ter esse protagonismo internacional. Minas hoje é conhecida em âmbito internacional e nosso trabalho vai continuar neste sentido”, afirmou o chefe da Casa Civil mineira.

Outro acordo

Na semana passada, o governo já havia anunciado outro trato com uma empresa especializada em fabricar veículos como guindastes e tratores. A XCMG, que já tem uma fábrica em Pouso Alegre, no Sul de Minas, vai aportar R$ 270 milhões no estado.

A empresa pretende utilizar as cifras para pesquisas e montagens de veículos pesados elétricos.

A cobertura da Missão Empresarial à China, que tem a participação do governador de Minas, é oferecimento da FIEMG. Essa iniciativa tem como patrocínio Master CODEMGE, CBMM, GERDAU, J.Mendes e VALE, e parceria Samarco e Arcellor.

Repórter de política na Rádio Itatiaia. Começou no rádio comunitário aos 14 anos. Graduou-se em jornalismo pela PUC Minas. Em Belo Horizonte, teve passagens pelas rádios Alvorada, BandNews FM e CBN. No Grupo Bandeirantes de Comunicação, ocupou vários cargos até chegar às funções de âncora e coordenador de redação na BandNews FM BH. Cobriu as tragédias ambientais da Samarco, em Mariana, e da Vale, em Brumadinho. Vencedor de 8 prêmios de jornalismo. Em 2023, venceu o Prêmio Nacional de Jornalismo CNT.
Leia mais