Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Dino e Silvio Costa discutem plano de segurança para portos e aeroportos

Foco será combate ao tráfico de drogas e descapitalização de facções

Os ministros da Justiça, Flávio Dino, e de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, se reuniram pela primeira vez para traçar um plano conjunto de segurança para portos e aeroportos brasileiros.

O encontro foi nesta segunda-feira (25) no Palácio da Justiça e contou com a presença do diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues, e do secretário Nacional de Segurança Pública, Tadeu Alencar.

A ideia é lançar um programa interministerial com ações voltadas, inicialmente, para São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

O plano é investir em câmera, biometria, monitoramento de bagagens, novos equipamentos de raio-x, scanners corporais e detectores de líquidos e explosivos.

“Iniciamos hoje um diálogo com Dino para, de forma coletiva, com a PF e outros agentes pudéssemos iniciar um plano nacional da segurança”, disse Silvio Costa Filho, recém-empossado ministro de Portos e Aeroportos.

O combate ao tráfico de drogas será uma das prioridades. O aeroporto de Guarulhos (SP), por exemplo, é campeão em flagrantes de viajantes com entorpecentes. Em abril, a PF chegou a prender seis funcionários terceirizados da unidade suspeitos de trocar etiqueta de malas para embarcar drogas.

Em relação aos portos, o foco será no litoral paulista. Apenas nos quatro primeiros meses deste ano, a PF apreendeu 4,2 toneladas de cocaína no Porto de Santos.

Segundo a PF, o principal destino das drogas que deixam o Brasil é a Europa. Os entorpecentes entram pela Alemanha, França, Espanha e Bélgica e depois são distribuídos aos demais países do continente.

“Estamos vendo há algumas décadas o drama da violência das cidades. Isso está diretamente relacionado ao que se passa em portos e aeroportos. Não houve planejamento no passado e agora estamos arrumando isso. Vamos focar nessa ação para tirar dinheiro das quadrilhas”, pontuou Flávio Dino.

Acompanhe as últimas notícias produzidas pela CNN Brasil, publicadas na Itatiaia.
Leia mais