Ouça a rádio

Compartilhe

Zelensky critica neutralidade de Bolsonaro diante da guerra na Ucrânia

Presidente ucraniano conversou com Bolsonaro nesta semana 

Presidente da Ucrânia, Volodimir Zelensky

O presidente da Ucrânia, Volodomir Zelensky, criticou a posição de neutralidade do Brasil diante da guerra entre o país e a Rússia.

Em entrevista à TV Globo, cujo trecho foi exibido na edição de terça-feira (19) do Jornal Nacional, o líder ucraniano disse ter externado a posição ao presidente Jair Bolsonaro.

Os dois conversaram por telefone nesta terça. "Eu não apoio a posição dele de neutralidade. Eu não acredito que alguém possa se manter neutro quando há uma guerra no mundo. (...) Eu disse isso para o presidente: 'preciso de uma posição do Brasil. Eu conto com seu povo'", afirmou Zelensky.

O presidente da Ucrânia ainda comparou a posição de Bolsonaro à de líderes durante a Segunda Guerra Mundial.

"Foi assim. Muitos líderes ficaram neutros em um primeiro momento. Isso permitiu que os fascistas engolissem metade da Europa e se expandissem mais e mais, capturando toda a Europa", rechaçou, ao dizer que "ninguém pode ficar no meio do caminho".

Zelensky defendeu ainda que não há possibilidade de mediação em uma guerra e atribuiu o avanço da Rússia sobre o território da Ucrânia a tentativas de arbitrar o conflito.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store