Ouça a rádio

Compartilhe

'Inaceitável', declara Zema após morte de petista assassinado por bolsonarista no Paraná

Marcelo Arruda foi morto em Foz do Iguaçu durante a própria festa de aniversário de 50 anos

'Inaceitável', declara Zema após morte de petista assassinado por bolsonarista no Paraná

O Governador Romeu Zema usou as redes sociais na manhã desta segunda-feira (11) para pedir respeito na política após o assassinato do petista Marcelo Aloizio Arruda, de 50 anos, que foi baleado durante a própria festa de aniversário em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, nesse domingo (10).

"A tragédia ocorrida em Foz do Iguaçu, onde um homem foi morto e outro baleado por desentendimento político, é inacreditável e inaceitável. Todos perdem com o discurso de ódio e divisões do tipo "nós contra eles". A boa política deve ser feita com ideias e respeito", declarou Zema.

Os tiros que mataram Arruda foram disparados pelo policial penal federal Jorge José da Rocha Guaranho, que entrou na festa gritando 'aqui é Bolsonaro' e disparou à queima-roupa. Arruda, que é guarda municipal, reagiu e atingiu Guaranho, que foi internado.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná informou, no fim da tarde de domingo, que o agressor está internado em estado grave, mas estável.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store