Ouça a rádio

Compartilhe

Caixa custeou obras na casa do ex-presidente Pedro Guimarães 

Obras em imóvel foram autorizadas pelo banco e estariam ligadas a questões de segurança de Guimarães 

Pedro Guimarães, ex-presidente da Caixa

A Caixa Econômica Federal custeou obras na mansão do ex-presidente do banco Pedro Guimarães. Segundo reportagem do jornal “Folha de S.Paulo”, o valor das obras na casa do ex-presidente da Caixa, em Brasília, foi de aproximadamente R$ 50 mil. 

O advogado de Pedro Guimarães, José Luis Oliveira Lima, informou que as melhorias feitas no imóvel foram autorizadas pelo setor de segurança da Caixa, após o então presidente do banco receber ameaças. 

A Caixa também informou que as obras estão ligadas à segurança de Guimarães e são previstas em normas internas. 

De acordo com o jornal, as obras foram feitas em julho de 2020 por quatro funcionários de uma empresa que mantém contratos com o banco público para serviços de manutenção em seus prédios e agências. 

O imóvel de Guimarães fica nas margens do Lago Paranoá, região mais valorizada da capital federal.

Denúncias de assédio

Pedro Guimarães deixou o comando da Caixa Econômica Federal na semana passada, após virem à tona denúncias de assédio moral e sexual contra funcionárias do banco.

Ao portal Metrópoles, cinco mulheres relataram abordagens inapropriadas por parte de Pedro Guimarães. Elas não se identificaram, mas algumas já prestaram depoimento ao MPF.

Elas contaram de situações em que ele pedia a elas que levassem objetos pessoais até o seu quarto e que convidava mulheres bonitas, funcionárias da Caixa, para viajarem com ele durante eventos realizados pela estatal.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store