Ouça a rádio

Compartilhe

Sede do MEC foi alvo de buscas e atual ministro promete colaborar nas apurações

Polícia Federal apreendeu equipamentos no Ministério. Atual ministro da Educação, Victor Godoy, diz que investigação é sigilosa

Ministro da Educação, Victor Godoy

O ministro da Educação, Victor Godoy, afirmou nesta quarta-feira (22) que a pasta foi alvo de buscas durante a operação da Polícia Federal que investiga irregularidades do ex-ministro Milton Ribeiro. 

Segundo Godoy, os agentes da polícia foram recebidos pela equipe do MEC e tiveram acesso a todos os alvos pedidos. 

“O ministério da Educação, desde minha chegada, tem adotado todas as providências necessárias. Realizei uma série de levantamentos e informações, que encaminhei aos órgãos de controle. Todos sabem que em agosto do ano passado, quando tivemos conhecimento das primeiras denúncias sobre o anúncio, eu mesmo assinei ofícios ao ministro da CGU solicitando a apuração. Hoje a equipe das PF foi por nós recebida e terá todo o acesso para suas investigações. Elas acontecem em sigilo, não tenho qualquer acesso”, afirmou Godoy. 

O atual ministro atuou como secretário Executivo da pasta durante a gestão de Milton Ribeiro, mas afirmou que nunca viu qualquer ato suspeito do ex-ministro. “Sou servidor de carreira da CGU, trabalhei anos investigando e combatendo o desvio de recursos públicos. Sabemos que essas coisas acontecem de maneira velada, então nunca tive conhecimento ou qualquer tipo de postura do ministro que pudesse me levar a alguma desconfiança”, disse.


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido