Ouça a rádio

Compartilhe

Bolsonaro descarta de vez aumento para servidores e fala em dobrar vale-alimentação

Presidente falou em tentar 'dobrar, no mínimo' o benefício pago ao funcionalismo federal

Bolsonaro enterrou, de vez, a possibilidade de dar aumento para servidores

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou, nesta segunda-feira (13) que "lamentavelmente" não haverá reajustes para os servidores federais neste ano e que ele tentará compensar a falta de aumento com um reforço no auxílio-alimentação.

A informação foi confirmada por Bolsonaro a jornalistas em frente ao Palácio do Planalto.

"Lamentavelmente, não tem reajuste pra servidor. Nós estamos tentando agora, que tem que vencer legislação eleitoral, dobrar, no mínimo, o valor do auxílio-alimentação", afirmou.

Com a declaração, Bolsonaro encerra um assunto que vem se arrastando por meses. Servidores de órgãos como a Polícia Federal e o Banco Central pressionaram pelo reajuste e até chegaram a paralisar suas atividades.

O governo federal chegou a cogitar um reajuste linear de 5% para todas as categorias, o que acabou não se concretizando.

Vale-alimentação

Sem conseguir viabilizar, junto à equipe econômica do seu governo a concessão de reajuste de salário aos servidores, Bolsonaro falou em tentar dobrar o auxílio-alimentação. Hoje, os servidores federais recebem auxílio de R$ 458.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido