Ouça a rádio

Compartilhe

Vereador de BH Rogerio Alkimim anuncia que irá renunciar ao cargo

Parlamentar é investigado por nepotismo, prática de 'rachadinha', emprego de funcionários fantasma e uso irregular de veículo oficial; caso foi revelado pela Itatiaia

Vereador Rogerio Alkimim disse à presidente da Câmara que irá renunciar ao cargo

O vereador de Belo Horizonte Rogerio Alkimim (PP) anunciou à presidente da Casa, Nely Aquino (Podemos) que irá renunciar ao mandato. Ele é investigado pela Polícia Civil por nepotismo, "rachadinha", emprego de funcionários fantasma e uso irregular de veículo oficial. Parlamentares pressionaram o vereador para que apresentasse um pedido de renúncia e, caso isso não fosse feito, um processo de cassação do mandato seria aberto pela Mesa Diretora da Casa.

A informação foi confirmada pela própria Nely a vereadores que participaram da reunião de líderes realizada nesta quarta-feira (1º).

O suplente de Alkimim, Cleyton Xavier (PMN), será convocado para tomar posse e deve assumir o posto em um mês.

'Rachadinha' e nepotismo

As supostas irregularidades envolvendo o vereador Rogerio Alkimim foram reveladas no dia 19 de abril, pela Itatiaia. Testemunhas do caso, já ouvidas pela PC, disseram à reportagem que o parlamentar empregaria familiares em seu gabinete e que ficaria com parte dos salários dele.

Um dos casos que mais chamou a atenção é de um tio do parlamentar, lotado em seu gabinete e que ganhava um salário de mais de R$ 14 mil. Morador de um bairro periférico de Santa Luzia, o 'assessor' devolveria ao vereador boa parte do salário, ficando com algo entre R$ 500 e R$ 1.000. 

Messias Pereira da Silva, que foi exonerado em 1º de março, em meio às investigações, não seria o único servidor que trabalha para o vereador Rogerio Alkimim. Ele é suspeito de chefiar um esquema de desvio de salários. A chamada "rachadinha", em que os servidores devolvem parte dos seus salários ao vereador, renderia uma quantia entre R$ 55 mil e R$ 70 mil ao parlamentar todos os meses. 

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido