Ouça a rádio

Compartilhe

Alexandre de Moraes é reconduzido ao cargo e será presidente do TSE nas eleições

Recondução é mera formalidade do STF e ocorre ao fim do primeiro mandato 

TSE: Alexandre de Moraes ficará mais dois anos como ministro da Corte

O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, nesta quarta-feira (1º), a recondução do ministro Alexandre de Moraes, por mais dois anos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Moraes é o atual vice-presidente da Corte e será o chefe da Justiça Eleitoral durante as eleições de outubro deste ano, quando Edson Fachin deixa o cargo.

A recondução é uma formalidade do STF. No caso de Moraes, ao final do seu período no TSE, ele terá completado quatro anos como ministro da Corte Eleitoral - período máximo de mandato.

“Que nós possamos continuar preparando as eleições do segundo semestre, como sempre fez a Justiça Eleitoral, eleições tranquilas, limpas e transparentes”, declarou Alexandre de Moraes depois que teve sua recondução confirmada pelos colegas do Supremo.

Composição do TSE

O Tribunal Superior Eleitoral é composto por sete ministros. Desse total, três vagas são ocupadas por ministros do STF, outras duas por ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), e as restantes por advogados com notório saber jurídico.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido