Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Abel revela segredo do Palmeiras para goleada contra São Paulo

Verdão aplicou 5 a 0 no rival em duelo que “reviveu” a equipe na temporada de 2023

O Palmeiras goleou o São Paulo por 5 a 0 nesta quarta (25) e “lavou a alma” após sequência de crise no Allianz Parque. Abel Ferreira falou na sequência da partida, valorizou a resiliência do elenco e disse que o time criou mais contra o Boca pela Libertadores do que na goleada pelo Brasileiro.

“Foi um jogo que preparamos bem, essa equipe tem capacidade de resiliência muito forte. Depois daquele jogo do Boca tivemos uma quebra muito grande, na minha opinião produzidos o suficiente, mais do que hoje por exemplo, na segunda parte contra o Boca. Infelizmente só fizemos um gol. Fizemos mais arremates que hoje, mas futebol tem dessas coisas. Foi uma eliminatória difícil, depois com pouco tempo de preparação jogamos contra o Santos, um resultado que não foi justo, nosso adversário ganhou e nos deixou animicamente difíceis”, analisou Abel Ferreira em entrevista coletiva.

O Palmeiras voltou forte na briga pelo G4 e, consequentemente, vaga direta na Libertadores de 2024. As duas vitórias pelo Brasileiro encerraram sequência de seis jogos sem vencer, com quatro derrotas consecutivas no nacional, e eliminação para o Boca Juniors na semifinal da competição continental.

"É um ano longo, desgastante, mas é isso. Essa equipe é resiliente, consistente, com muitas oportunidades na área, muito volume ofensivo. Acho que foi uma vitória justíssima”, analisou o treinador.

Abel Ferreira caminha para o quinto ano no comando do Palmeiras, e fechará o ano de 2023 com o menor número de títulos expressivos. Na temporada, o Verdão venceu o Campeonato Paulista e a Supercopa do Brasil. São nove pontos de distância para o líder Botafogo, que tem um jogo a menos.

“Eu sei que a árvore que dá mais frutos é aquele que mais batemos para cair. Nem eu, nem o Palmeiras nos últimos três anos estava acostumado a perder como perdeu. Faz parte. Na história do Palmeiras, ganhou umas, ganhou outras, mas nunca ganhou tanto de forma tão consecutiva. Não sou eu que digo, são fatos. O que me orgulha é que mesmo em momentos difíceis mantemos a união dentro do CT, procuramos dar a resposta. Nem sempre foi possível, mas algumas vezes é preciso perder para encontrar as soluções”, finalizou o treinador.

O Palmeiras encara o Bahia neste sábado (28), às 18h30 (de Brasília), pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo está marcado para o Allianz Parque, em São Paulo.

Jornalista fascinado por futebol de base e análise de desempenho. Faz a cobertura de São Paulo e Palmeiras na Itatiaia após passagens por ESPN, Globoesporte.com e Band.
Leia mais