Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Fórmula 1: Hamilton reclama de carro imprevisível; Sainz alfineta Ferrari

Resultado marca a segunda eliminação consecutiva no Q2 para Hamilton

Lewis Hamilton, da Mercedes, não conseguiu passar do Q2 e larga no GP de Abu Dabi apenas na 11ª posição. Ele começou o Q2 entre os 10 primeiros pilotos, mas viu os adversários melhorarem os tempos e comentou com a equipe pelo rádio: “Há algo errado com este carro”.

“Este carro é imprevisível em cada curva. Numa curva é para um lado, noutra é para outro. Não é um carro consistente”, afirmou o piloto, que está em terceiro lugar no Mundial. “Nenhuma mudança de configuração que eu possa fazer parece acertar.”

O resultado marca a segunda eliminação consecutiva no Q2 para Hamilton, que em Las Vegas também largou em 11º. “Estas duas últimas corridas têm sido um desastre para mim, especialmente na qualificação.”

Em situação pior que Hamilton ficou o espanhol Carlos Sainz, da Ferrari, que caiu no Q1 e larga na 16ª posição.

"É um fim de semana muito difícil para nós”, disse Sainz, que diferentemente de Hamilton não reclamou do carro. “O ritmo geral não tem sido bom. O carro não parece ruim, só que o cronômetro não parece muito bom.”

O piloto espanhol disse que foi para a pista tarde demais para buscar um bom tempo. “Encontramos muito tráfego nos setores 1 e 2. Então, precisávamos de uma volta limpa, precisávamos de um Q1 limpo e não conseguimos.”

Sainz está em quarto lugar no Mundial de pilotos, com 200 pontos, logo atrás de Hamilton, com 232. No Mundial de Construtores, apenas quatro pontos separam Mercedes (392) e Ferrari (388) na disputa pelo vice-campeonato.

O GP de Abu Dabi é a 22ª e última corrida da temporada.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais