Ouça a rádio

Compartilhe

EUA: Congresso deve buscar fortalecer competitividade contra China

Objetivo é levar fabricantes de semicondutores para os EUA

EUA querem atrair fábricas de semicondutores para o país

Nos EUA, democratas no Congresso devem focar nesta segunda-feira (11) na tentativa de manter um projeto de lei bipartidário destinado a aumentar a competitividade com a China. Parlamentares do Partido Republicano ameaçam bloquear a pauta. Paralelamente, os democratas retornarão com o objetivo de reviver peças centrais da agenda econômica estagnada do presidente Joe Biden.

Os democratas da Câmara também devem lançar uma legislação em resposta à decisão da Suprema Corte que encerra as proteções federais ao aborto. O período de trabalho de três semanas pode ser a última chance que os legisladores têm de uma vitória legislativa antes do início da campanha para as eleições de meio de mandato em todo o país. Os republicanos são fortemente favorecidos para reconquistar o controle da Câmara neste outono no Hemisfério Norte.

Desde o ano passado, legisladores trabalham para negociar o projeto de lei referente à China, que visa trazer fabricantes de semicondutores para os EUA, conciliando diferentes versões aprovadas pela Câmara e pelo Senado. Chamado Ato de Inovação e Competição dos EUA (Usica, na sigla em inglês), o projeto estava se aproximando da linha de chegada quando o líder da minoria no Senado, Mitch McConnell, disse no mês passado que não avançaria a menos que os democratas abandonassem seus esforços para reviver propostas econômicas às quais os republicanos se opõem.

As negociações sobre o projeto de lei estão paralisadas desde então, disse um assessor do Partido Republicano. O objetivo do pacote econômico democrata é reduzir os preços dos medicamentos prescritos, fornecer incentivos para reduzir as emissões de carbono e aumentar os impostos sobre empresas e famílias de alta renda.

Nas últimas semanas, vários fabricantes de chips anunciaram que reconsiderariam os planos de construção nos EUA se o Congresso não agisse em breve. Uma reunião confidencial de todos os senadores por funcionários do governo Biden está planejado para quarta-feira (13) para enfatizar as implicações de segurança nacional, disseram vários assessores. Esforços estão em andamento para montar um encontro informativo semelhante para a Câmara, disse uma pessoa familiarizada com o assunto.

Alguns democratas estão pressionando para que a liderança da Câmara simplesmente aceite o projeto de lei que o Senado aprovou no ano passado e o coloque em votação, disse um parlamentar democrata, preocupado que futuros atrasos impeçam a aprovação do projeto. A versão do Senado é mais restrita do que a versão da Câmara, que incluiu algumas disposições para lidar com as mudanças climáticas.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store