Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

‘Nunca estive preocupado com rebaixamento’, dispara Coudet após vitória do Inter

Colorado venceu o Cuiabá por 2 a 0 na Arena Pantanal, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro; resultado afastou risco de Z4

Argentino disse que jamais temeu o rebaixamento

Argentino disse que jamais temeu o rebaixamento

RICARDO DUARTE / INTER

Com a vitória de 2 a 0 em cima do Cuiabá, na noite desta quarta-feira (29), na Arena Pantanal, na 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Inter afastou totalmente qualquer risco de rebaixamento. Porém, apesar de ter ficado próximo do Z4 em algum momento da competição, um possível rebaixamento jamais esteve na pauta de Eduardo Coudet.

Com o resultado o Colorado subiu para a nona colocação com 49 pontos, abrindo sete de distância do Vasco, o primeiro da zona de rebaixamento com 42. Desta forma, com duas rodadas para o término do Brasileiro, o time de Chacho não pode mais ser alcançado por algum postulante da Série B.

“Eu nunca estive preocupado com o rebaixamento porque sei o grupo que tenho, os jogadores que tenho e como é o dia a dia. Então eu estava com a tranquilidade de que quando precisarmos conseguiríamos. É verdade que em vários jogos que não ganhamos, não estávamos completos. Esta camisa tem uma responsabilidade e a melhor maneira é tentar ganhar”, destacou Chacho.

Além disso, o time gaúcho também garantiu sua vaga na Sul-Americana em 2024, já que não pode ser ultrapassado pelo Santos, o primeiro fora da zona de classificação para a competição.

O argentino também falou sobre a vitória em si. No primeiro tempo, o Colorado foi inferior ao Cuiabá, mas conseguiu se recuperar na segunda etapa. Os primeiros 45 minutos abaixo do esperado podem ser justificados pelo calor, segundo Eduardo Coudet. Acostumado a jogar em Porto Alegre, onde pouco fez calor ainda no final de 2023, o Inter se surpreendeu com o calor da escaldante Cuiabá, com sensação de 40 graus.

“Acho que fizemos algumas movimentações quanto a parte tática, também um rival que correu bastante no primeiro tempo e a necessidade que tínhamos de melhorar a troca de passes enquanto fazer simples e dar velocidade. É difícil para mim cobrar ou pedir para os jogadores fazia muito calor. Mas sim, quando começamos a trocar passes, dar mais amplitude ao time e melhoramos a precisão e a velocidade da troca”, avaliou o treinador.

Na próxima rodada, o Inter enfrenta o Corinthians, na Neo Química Arena, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Se vencer a partida, o Colorado pode colar no Athletico, em oitavo lugar na tabela.

Gaúcha de Porto Alegre, Mauri Dorneles é formada em Jornalismo pela PUC-RS e trabalha como correspondente do portal Itatiaia Esporte no Sul do Brasil. Também cursou Cinema. Antes da Itatiaia, passou por Correio do Povo, Record RS, Rádio Grenal, RBS TV e Band.
Leia mais