Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Renato cutuca o Inter após vitória do Grêmio e ainda sonha com o título

Tricolor gaúcho fez 2 a 1 no Coritiba, nesta quarta (1), e se firmou no G4 da Série A do Brasileirão

Renato cumprimenta Villasanti após gol contra o Coritiba

Renato cumprimenta Villasanti após gol contra o Coritiba

Richard Ducker/Grêmio

O Grêmio venceu o América, lanterna do Brasileirão, por 4 a 3 no final de semana passado. Nesta quarta (1), o triunfo foi sobre o Coritiba, o penúltimo, por 2 a 1.

Os dois jogos fora de casa, e para o técnico gremista, Renato Portaluppi, resultados que não podem ser menosprezados principalmente se comparado ao que seu rival histórico fez recentemente contra os mesmos adversários.

“Vitória da entrega do time. Isso é fundamental. Enfrentamos dois times que estão na parte debaixo da tabela, e ganhamos seis pontos. Teve time que ganhou um”, disse Renato.

O recado foi ao rival Inter, que coincidentemente encarou os mesmos rivais nas duas rodadas, invertido claro, e perdeu para o Coritiba, por 4 a 3, e empatou com o América, 1 a 1, ambos os confrontos dentro de casa.

“Vocês [imprensa] falam que jogar com três zagueiros nós atuamos defensivos, mas ganhamos o jogo. E teve time que não ganhou. Tivemos chances, criamos, a estratégia era essa. Jogamos para frente o tempo todo”, disse Renato.

O resultado colocou o Grêmio com 53 pontos, na terceira colocação, mas ainda distante do Botafogo, líder, que tem 59. Os cariocas ainda têm um jogo a menos, adiado contra o Fortaleza. Mas na quinta-feira que vem, dia 9, haverá o confronto direto contra o Botafogo, no Rio.

“Sei que é muito difícil, mas vamos correr atrás. Enquanto tivermos chances matemáticas, vamos brigar, e lutar. O que também vale para conquistar a vaga na Libertadores”, disse Renato.

O Grêmio volta a campo no sábado (4) contra o Bahia, às 19h30 (de Brasília). E Renato convocou os torcedores gremistas a lotarem a Arena, em Porto Alegre.

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais