Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Flamengo x Atlético: Tite e Felipão se reencontram em ‘final’ pelo Brasileiro

Duelo entre Flamengo e Atlético, candidatos ao título do Brasileirão, colocará frente a frente times de Tite e Luiz Felipe Scolari

Os técnicos Tite, do Flamengo, e Luiz Felipe Scolari, do Atlético, são velhos conhecidos

Os técnicos Tite, do Flamengo, e Luiz Felipe Scolari, do Atlético, são velhos conhecidos

Gilvan de Souza/Flamengo e Pedro Souza/Atlético

Separados por três pontos na tabela, Flamengo e Atlético fazem nesta quarta (29), no Rio de Janeiro, um duelo com toda cara de “final” na 36ª rodada do Brasileirão. Não bastassem os respectivos objetivos e a rivalidade entre os times, a partida ainda colocará Tite e Luiz Felipe Scolari, o Felipão, frente a frente, os últimos técnicos da Seleção Brasileira e que não se enfrentam desde 2012.

A história dos treinadores é antiga. Quase 13 anos mais velho, Luiz Felipe Scolari foi professor de Tite em uma escola no Rio Grande do Sul. Depois, os dois estiveram juntos no Caxias, onde o atual técnico do Fla teve Felipão como técnico na base, e, por pouco tempo, como companheiro no time principal.

A relação estreita, de amizade, seguiu até 2010, quando o Tite estava no Corinthians e Felipão no Palmeiras. Na penúltima rodada do Brasileirão daquele ano, uma vitória do Verdão sobre o Fluminense ajudaria o rival paulista na briga pelo título - o que não aconteceu, e o Tricolor conquistou o título.

A partir disso, a relação entre os dois foi rompida, com uma série de declarações, lado a lado, deixando as posições claras. “Depois desse jogo de 2010, passou a ser uma relação profissional. Não perdi a gratidão, mas eu comecei a ver com outros olhos”, diz Tite, em biografia lançada em 2016.

“Você acha isso correto de quem tu conhece há 30 anos, de quem te abriu todas as portas?”, disse Felipão, em 2017 à ESPN, a respeito das declarações de Tite e de seu irmão, Miro, de que teria faltado “empenho” do Palmeiras na partida citada acima, contra o Fluminense, pelo Brasileirão de 2010.

O histórico do confronto

Depois daquele episódio, Tite e Felipão estiveram de lados opostos no Paulista de 2011. Antes do clássico, o treinador do Corinthians estava pressionado pela queda na Libertadores, para o Tolima-COL, e o técnico do Palmeiras disse que se o cargo do adversário dependesse de uma vitória ele “gostaria de perder o jogo”. E, de fato, o Timão venceu, mas a declaração não foi bem vista por Tite.

No jogo de volta da semifinal do Paulista, os dois discutiram na área técnica, e os gestos de Tite ao Felipão, dizendo “Fala muito! Fala muito!”, marcaram o clássico. Após esses episódios, os técnicos se encontraram em jogo pelo Brasileirão de 2012, trocaram um abraço antes do jogo e nada mais.

Ao todo, os técnicos já se enfrentaram seis vezes, com quatro vitórias de Tite e dois empates.

A briga pelo título

Antes da bola rolar pela 36ª rodada da Série A, o Flamengo ocupa a segunda posição da tabela, com 63 pontos, atrás do Palmeiras pelos critérios de desempate. O Atlético, por sua vez, é o quarto lugar, com 60, na cola do Botafogo, com 62. Confira a classificação completa do Brasileirão clicando aqui.

Fla e Galo lideram o returno

Considerando apenas o recorte da segunda metade da competição, o Galo é líder, com 33 pontos ganhos, em 16 partidas. O Rubro-Negro, por sua vez, tem 31 pontos conquistados, com o mesmo número de jogos. Mineiros e cariocas têm um aproveitamento de 68,75% e 64,58%, respectivamente.

O substituto de Pulgar

Embalado sob comando de Tite, o Rubro-Negro só deve ter uma mudança para enfrentar o Atlético. Com Erick Pulgar suspenso, a tendência é de que Thiago Maia forme o meio de campo ao lado de Gerson e Arrascaeta. A ausência do volante chileno, contudo, causa preocupação - veja os números.

Dúvidas no Galo

O técnico Felipão não deu pistas se vai manter o time do Atlético que venceu o Grêmio, por 3 a 0, no último domingo, ou se vai fazer mudanças na equipe. Igor Rabello, Alan Franco e Rubens brigam pelas vagas de Jemerson, Edenilson e Igor Gomes.

Flamengo x Atlético

Flamengo

Rossi; Wesley, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Thiago Maia, Gerson e Arrascaeta; Bruno Henrique, Everton Cebolinha e Pedro - Técnico: Tite.

Atlético

Everson; Saravia, Lemos, Jemerson (Igor Rabello) e Arana; Otávio, Edenilson (Franco), Zaracho e Igor Gomes (Rubens); Paulinho e Hulk - Técnico: Felipão.

Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e hora: 29 de novembro de 2023, às 19h30 (de Brasília)
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (Fifa/SC)
Assistentes: Bruno Boschillia (Fifa/PR) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)
Árbitro de vídeo: Wagner Reway (Fifa/PB)

Henrique André é repórter multimídia e setorista do Atlético na Itatiaia. Acumula passagens por Uol Esporte, Jornal Hoje em Dia e outros veículos. Participou da cobertura de grandes eventos, como Copas do Mundo (2014-18) e Olimpíada (2016-2021).
Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Túlio Kaizer é jornalista esportivo com grande experiência no digital. Foi setorista dos três grandes clubes do futebol mineiro: América, Atlético e Cruzeiro. Cobre também basquete, vôlei, esportes americanos, esportes olímpicos e e-sports.
Leia mais