Ouça a rádio

Compartilhe

Abel Ferreira critica arbitragem de Daronco após Palmeiras e Ceará

A arbitragem de Anderson Daronco foi criticada na partida disputada entre Palmeiras e Ceará nesse sábado (30) pelo Brasileirão

Técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, criticou a arbitragem de Anderson Daronco nesse sábado (30)

Abel Ferreira não conseguiu escapar do assunto arbitragem após a vitória do Palmeiras por 2 a 1, no sábado (30), sobre o Ceará, no Castelão, em Fortaleza, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. E avisou que agora quer trabalhar bem o emocional. Tanto dele como dos atletas. Na partida, o árbitro Anderson Daronco foi bem criticado. Os palmeirenses ficaram bravos com o pênalti dado para o Ceará, que resultou na equipe anfitriã quando o duelo estava 2 a 0.

"Temos que descansar mentalmente. Temos que ser felizes com as nossas famílias, aproveitar o tempo que nós não temos", disse o técnico do Palmeiras, se referindo à maratona de jogos que terá nas próximas duas semanas. "Estou tendo que ter um controle muito grande para ficar calmo, para me controlar. Há coisas que acontecem que me tiram do sério", completou.

Na quarta-feira o Palmeiras enfrenta o Atlético-MG, em Belo Horizonte, no jogo de ida das quartas de final da Libertadores. No domingo recebe o Goiás pelo Brasileiro. Dia 10 de agosto volta a enfrentar o clube mineiro e, dia 13, o Corinthians pelo Nacional.

"Na última entrevista coletiva eu disse que queria que esse campeonato fosse decidido por duas equipes dentro das quatro linhas, mas começo a ficar com algumas dúvidas", afirmou. "Sinto mágoa, tristeza dentro de mim porque esse senhor (Anderson Daronco) é um dos melhores árbitros brasileiros. Mas quero dar parabéns aos meus jogadores, foram guerreiros, competentes, inteligentes, ganhamos em um terreno difícil", disse o treinador palmeirense.

Abel ficou aliviado também por, inicialmente, saber que não perdeu nenhum jogador machucado. Ele reclamou do estado do gramado do estádio, mesmo local onde acabou perdendo Rony lesionado.

"Estou feliz com minha equipe, e procuro gastar energia com aquilo que controlo. Vou exigir de mim o que melhor que posso dar. Foi isso que fizemos. Uma vitória justa, que poderia ser ainda maior", disse Abel. "Vou desfrutar mais, tirar proveito dos meus jogadores, da minha profissão", finalizou.

Abel mostrou que não estava chateado somente por conta dos erros da arbitragem contra o Ceará. A eliminação para o São Paulo nas oitavas de final da Copa do Brasil ainda machuca. "Levamos um soco por trás (Copa do Brasil), não foi pela frente", disse, lembrando da não marcação de um impedimento de Calleri que resultou no gol são-paulino.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store