Ouça a rádio

Compartilhe

Athletico-PR aciona STJD pedindo punições a Gabigol, Arrascaeta e ao Flamengo

Furacão entende que jogadores deveriam ter sido expulsos em jogadas com Fernandinho e Erick

Lance da entrada por trás de Arrascaeta em Erick

Insatisfeito com a atuação do árbitro Luiz Flávio de Oliveira e do VAR no empate por 0 a 0 com o Flamengo, nessa quarta-feira (27), no Maracanã, pelo duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, o Athletico-PR entrou com uma Notícia de Infração, nesta quinta, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pedindo as punições do meia Arrascaeta e do atacante Gabigol, que, na visão do Furacão, deveriam ter sido expulsos.

No documento, o Athletico-PR alega que Gabigol cometeu agressão contra o volante Fernandinho. Fora do lance de jogo, o camisa 9 do Flamengo trombou com o jogador do Furacão no meio-campo e desferiu um chute na perna do adversário, que caiu no gramado. Luiz Flávio de Oliveira mostrou o cartão amarelo ao rubro-negro, mas o VAR não chamou o árbitro para revisão da jogada para um possível vermelho.

Já em relação à Arrascaeta, o Athletico-PR reclama que o uruguaio também deveria ser expulso direto – também recebeu o cartão amarelo – por dar um carrinho por trás e acertando a panturrilha do meio-campista Erick, que puxava o contra-ataque e já estava na intermediária ofensiva.

O Athletico-PR destacou que “as infrações praticadas são graves e descreve os lances dos atletas”.

O clube paranaense pede a denúncia de Gabigol no artigo 254-A por agressão e de Arrascaeta no artigo 254 por praticar jogada violenta.

O artigo 254-A prevê suspensão mínima de quatro partidas e que pode chegar até 12 jogos, enquanto o artigo 254 a pena pode variar entre uma e seis partidas.

Além disso, o Athletico-PR pede ainda o oferecimento de denúncia contra o Flamengo, nos termos do artigo 258-D (a aplicação e multa de até R$ 10 mil).

O pedido foi encaminhado e será analisado pela Procuradoria da Justiça Desportiva.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store