Ouça a rádio

Compartilhe

Cruzeiro tem o dobro de torcedores do Galo entre jovens, e Atlético lidera entre adultos até 44 anos

Raposa leva vantagem no ranking geral, com 3,1% da preferência dos brasileiros, enquanto o Galo soma 2,1% da média nacional

Cruzeiro lidera entre os jovens e Galo leva vantagem entre os adultos

Uma pesquisa feita pelo jornal O Globo e pelo instituto Ipec revelou, nesta semana, quais são as maiores torcidas do Brasil. Agora, um novo estudo detalhou o ranking dos clubes que mais conquistam a paixão de adolescentes, adultos e idosos, impulsionados pela boa ou má fase e pelos títulos das equipes ao longo da história do futebol nacional.

Em Minas, por exemplo, o Cruzeiro detém mais que o dobro de torcedores em relação ao Galo na faixa etária de 16 a 24 anos: 4,4% e 2%, respectivamente.

De acordo com a pesquisa, Atlético e Cruzeiro possuem a mesma quantidade de torcedores com 25 a 34 anos: 2,9% cada. Na comparação entre 35 a 44 anos, os números apontam para 1,7% dos cruzeirenses, enquanto o percentual relativo a atleticanos é maior: 2,2%.

Entre o público de 45 a 59 anos, a Raposa volta a ter vantagem sobre o Galo: 3,3% contra 2% dos torcedores.

Na faixa etária dos idosos - 60 anos ou mais - o Cruzeiro possui a sua segunda maior parcela de torcedores: 3,7%. Já para a Massa, conforme a análise, apenas 1,4% dos alvinegros estão na chamada “Terceira Idade”.

Ranking geral

O Flamengo continua na liderança entre as maiores torcidas do país, com a preferência de 21,8% dos brasileiros. Para fechar os cinco primeiros, os rubro-negros são seguidos por Corinthians (15,5%), São Paulo (8,2%), Palmeiras (7,4%) e Vasco (4,2%).

Fora do Eixo RJ-SP, com a sexta maior torcida nacional, o Grêmio é o clube com o maior número de torcedores, com 3,2%. O Cruzeiro vem logo em seguida, com 3,1%. O Atlético fecha o "G10", com 2,1% de torcedores.

Sobre a comparação

A pesquisa foi feita entre 1 a 5 de julho e, ao todo, foram entrevistadas 2 mil pessoas em 128 municípios.

A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store