Ouça a rádio

Compartilhe

Hulk será julgado novamente por falta cometida no empate com o Coritiba

Se condenado, Hulk pode pegar de quatro a 12 partidas de suspensão

Hulk é o principal atacante do Galo na temporada

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para a próxima a quinta-feira (21) o julgamento do recurso contra a decisão que absolveu o atacante Hulk, pela falta cometida na partida contra o Coritiba, no dia 23 de abril, pela segunda rodada do Brasileirão. O jogador foi absolvido em primeira instância por unanimidade, mas a Procuradoria do STJD recorreu da decisão. A sessão no Pleno que irá analisar o recurso começa às 11h.

A jogada que gerou a denúncia foi uma falta cometida no volante Willian Farias, do Coxa, no confronto disputado na Arena Independência que terminou empatado em 2 a 2.

Hulk participou do primeiro julgamento virtualmente. Se condenado, poderia pegar de quatro a 12 partidas de suspensão. Na época, ele garantiu que visou a bola.

"Sou um atleta competitivo, disputo todas as bolas, mas nunca fui desleal. São quase 16 anos de carreira e nunca fui expulso por jogada desleal (...) Não houve agressão. Eu tentei chegar na bola, se eu toco na bola, o árbitro não poderia me punir. Cada lance é um lance", destacou.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store