Ouça a rádio

Compartilhe

Palmeiras x São Paulo: Ceni ironiza Abel Ferreira: 'É a segunda vez que tenho sorte contra ele'

'No futebol, quando se perde você é quem tem sorte, quando ganha é porque o outro foi incompetente na luta'

São Paulo, do técnico Rogério Ceni, eliminou o Palmeiras

Abel Ferreira não aceitou a eliminação do Palmeiras na Copa do Brasil. Falou que o futebol não é justo e definiu a vaga são-paulina, nos pênaltis, como fator sorte do rival. Apesar de admitir que o oponente foi melhor, Rogério Ceni fez questão de rebater o treinador português e usou até da ironia.

"No futebol, quando se perde você é quem tem sorte, quando ganha é porque o outro foi incompetente na luta. Parece que é a segunda vez que tenho sorte contra ele. Com o Flamengo eu tive sorte e nós fomos campeões da Supercopa, e hoje também a sorte veio", rebateu o comandante do São Paulo. "Não tenho dificuldade em assumir superioridade, mas às vezes é bom também reconhecer (o mérito do rival). Tivemos 20 minutos completamente ruins, semelhantes à final do Paulista, mas o Palmeiras também ficou bem perdido no campo após perder o pênalti. Vamos tentar valorizar trabalho dos outros."

Ex-goleiro e acostumado não apenas a defender, como também participar das cobranças, Ceni falou bastante sobre a decisão dos pênaltis e novamente questionou o fator sorte. "Não sei se pênalti é apenas sorte, tem o lado emocional, o psicológico, a pressão conta muito, um tem mais frieza que o outro..."

Rogério Ceni fez questão de elogiar o espírito de luta de sua equipe e o fato de não desistir de duelar, mesmo com dois gols de desvantagem e com o Palmeiras bem melhor em campo. Depois de ter feito 1 a 0 no Morumbi, o São Paulo atuava pelo empate, mas sofreu dois gols com somente 12 minutos.

"Com todas as dificuldades, nosso time não baixa a cabeça, não desanima. Precisamos destacar a firmeza de time em não desistir do jogo mesmo quando a situação está adversa", enfatizou. "Eles se mantiveram focados, pois é muito difícil jogar aqui, além da bela equipe que têm, o gramado é rápido, eles apresentam o futebol mais envolvente, e conseguimos igualar a partir do minuto 15, foi um jogo bem mais parelho que o do Paulista (derrota por 4 a 0 na decisão)."

E o treinador não escondeu sua preocupação com o início trágico. "Foi uma coisa muito negativa nos 20 minutos, mas da metade para o fim do primeiro tempo, tivemos melhora, de passes, de domínio bola. Jogar aqui é sempre difícil, conseguimos segurar a parte mais difícil do jogo e fomos premiados nos pênaltis."

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store