Ouça a rádio

Compartilhe

Presidente do Galo fala como Atlético vai lidar contra possíveis atos de hostilidade da torcida do Flamengo no RJ

Sérgio Coelho pede que atleticanos não provoquem os flamenguistas no jogo de volta da Copa do Brasil, no Maracanã

Sérgio Coelho comenta sobre rivalidade entre torcidas de Galo e Flamengo

No dia 13 de julho, Atlético e Flamengo vão decidir o segundo jogo das oitavas de final da Copa do Brasil no Rio de Janeiro. Em vantagem (2x0) e por conta da rivalidade histórica entre os times, o presidente do Galo, Sérgio Coelho, comentou sobre como o clube vai lidar contra possíveis atos de hostilidade da torcida rubro-negra no Maracanã. A declaração foi dada em entrevista exclusiva à Itatiaia na Mesa Redonda do Atlético.

De acordo com o dirigente, os torcedores do Galo que marcarem presença no estádio não devem provocar os flamenguistas, no intuito de evitar qualquer conflito entre as torcidas.

“Não fiquei sabendo de nenhuma agressão de nossa torcida à torcida do Flamengo, me parece que não teve nenhum episódio que marcasse qualquer confronto. O que o Atlético tem que fazer é comunicar ao governo do Rio de Janeiro, à Polícia Militar do Rio e mostrando a eles o risco que existe, mas a torcida do Atlético deve comparecer, sim. A gente pede que se comportem bem e não provoquem os flamenguistas”, afirmou Sérgio Coelho.

Veja a declaração completa do presidente Sérgio Coelho à Itatiaia:

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store