Ouça a rádio

Compartilhe

86% de torcedores LGBTQIA+ não se sentem confortáveis em demonstrar afeto nos estádios; aponta pesquisa

Levantamento feito pelo Estádio Mineirão mostra que os membros da comunidade LGBTQIA+ não se sentem confortáveis nos estádios; os três principais times de MG publicam homenagens

O Estádio Mineirão fez um levantamento com torcedores LGBTQIA+ de todas as regiões do Brasil.

No dia 28 de junho é celebrado o Dia Internacional do orgulho LGBTQIAP+, a data visa trazer visibilidade à pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transgênero, queer, intersexo, assexuais e outros membros da comunidade. A data faz referência a Rebelião de Stonewall, que aconteceu em 1969 e desde então se tornou marcante para a comunidade, promovendo a reflexão e o debate público acerca do tema.


O Estádio Mineirão fez um levantamento com torcedores LGBTQIA+ de todas as regiões do Brasil e os dados apontam que 91% das pessoas entrevistadas acreditam que os os demais torcedores têm preconceito com o público LGBTQIA+. Além disso, 86% dos entrevistados disseram não se sentir confortáveis em demonstrar afeto com os companheiros nos estádios.

A mesma pesquisa também mostrou que cerca de 76% das pessoas não se sentem acolhidas pelo próprio time e que os posicionamentos dos clubes são rasos.

Para marcar a data , homenagear a comunidade e promover a reflexão por parte dos torcedores, diversos clubes e instituições se manifestaram por meio das redes sociais.

O América-MG utilizou as redes sociais para engajar o assunto e preparou um material explicando o significado de cada letra da sigla que denomina o movimento. Confira:


#PrideMonth 🏳️‍🌈💚

Com o intuito de representar o maior número possível de identidades de gênero e orientações sexuais, nascem as siglas do movimento LGBTQIAP+.

No #DiaDoOrgulhoGay, dedicamos um espaço especial em nossas redes para informações sobre o tema!

Segue o fio👇🏿🧶

— América FC ✊🏿 (@AmericaMG) June 28, 2022

O time alvinegro também reforçou o compromisso contra o preconceito: “A luta é pelo direito de amar livremente. Por respeito, dignidade e equidade. E pelo fim da violência no país que mais mata pessoas LGBTQIAP+. No #DiaDoOrgulho, O #Galo reforça a luta contra o preconceito no futebol e em todos os âmbitos da sociedade. ✊”

O Cruzeiro, em parceria com o coletivo de torcedores LGBTQIA+ Marias de Minas, publicou um vídeo que conta a história da torcedora Michelle, uma mulher cruzeirense e transgênero, além de uma série de posts com fotos de diversos torcedores da comunidade LGBT.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Cruzeiro (@cruzeiro)

O perfil oficial do Cruzeiro no Instagram também publicou uma imagem com aspas do Ronaldo, dono de 90% da SAF do clube celeste: “torcedor homofóbico não é bem-vindo aos jogos do Cruzeiro”.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store