Ouça a rádio

Compartilhe

Marcelo se despede do Real Madrid como jogador mais vitorioso da história do clube, mas nega aposentadoria 

Em 16 temporadas com a camisa merengue, defensor conquistou 25 títulos e se consagrou como ídolo da equipe espanhola 

Jogador conquistou 25 títulos em 16 temporadas pelo Real Madrid

Marcelo se despediu oficialmente do Real Madrid nesta segunda-feira (13), mas negou estar se aposentando. Após 15 anos na equipe espanhola, o jogador mais vitorioso da história do time foi homenageado em uma cerimônia na 'Cidade Desportiva', em Valdebebas, Madrid.

O brasileiro, de 34 anos, vestiu a camisa merengue por 16 temporadas, desde 2007, nas quais conquistou 25 títulos - incluindo a última Champions League, no fim de maio. O contrato do lateral-esquerdo termina em 30 de junho, sem intenções de renovação por parte do Real Madrid.

"Não penso muito no futuro, sempre vivo o momento. É difícil deixar o clube da sua vida, mas isso não é uma queixa. Faria tudo de novo", declarou o defensor. "Colocar essa camisa é algo muito bonito, muito forte. O futuro não me assusta. Fiz o que tive que fazer e a história está escrita", assumiu Marcelo em sua última coletiva pelo time de Madri.

Em sua passagem pelo Real Madrid, Marcelo superou o ídolo Paco Gento como o mais vitorioso com a camisa do clube espanhol. Foram cinco troféus da Liga dos Campeões, seis da La Liga, quatro Mundiais e duas Copas do Rei. Em 546 partidas, o defensor fez 38 gols.

Marcelo posou com o presidente do time, Florentino Pérez, ao lado dos 25 títulos que conquistou com o Real

Apesar de se consagrar como o maior jogador brasileiro que já passou pelo Real Madrid, Marcelo revela não se definir como uma lenda para a equipe. "Não me sinto lendário. Nunca me classifiquei assim. Me sinto como um jogador que quer cumprir metas e ganhar", explicou o jogador, que não pretende pendurar as chuteiras.

"Não pensei em me aposentar. Acho que ainda posso jogar - e bem", declarou o defensor, que afirmou que não terá problemas em encarar o Real Madrid com a camisa de outro time. "Pelo amor que tenho pelo Real, creio que não seria um problema jogar contra o time. Se um dia tiver que jogar contra, sou muito profissional", afirmou.

Apesar de pretender continuar atuando em alto nível, Marcelo ainda não definiu seu próximo destino. O jogador negou a possibilidade de ir para o Fenerbahçe, da Turquia, mas já afirmou: "Quando tiver algo, se tiver algo, vou falar".

(Sob supervisão de Fábio Rocha)

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido