Ouça a rádio

Compartilhe

Rafael Menin estipula meta para Atlético atingir R$ 1 bilhão em receitas

Para chegar à arrecadação bilionária, direção acredita na força da torcida atleticana: são 8 milhões de fãs

Rafael Menin ao lado do presidente do Atlético, Sérgio Coelho, na sede de Lourdes

O Atlético bateu recorde de arrecadação no ano passado ao faturar R$ 757 milhões bruto (R$ 505 milhões em receitas operacionais). Mas o clube pensa ainda mais alto. Em discurso nesta terça-feira no evento GoUp, promovido pela Itatiaia, o vice-presidente do Conselho Deliberativo do Galo, Rafael Menin afirmou que o planejamento é dobrar a receita atual atingindo o faturamento de R$ 1 bilhão.

“O Galo, hoje, é uma empresa com meio bilhão de receitas e com 1.000 funcionários. A gente quer chegar a R$ 1 bilhão de receitas”, afirmou.

Para atingir a arrecadação bilionária, Rafael Menin acredita na força da torcida atleticana. “É uma empresa grande, que está representando oito milhões de fãs. As pessoas trocam de partido político, religião, marido ou esposa, mas não trocam de time. O trabalho é longo, mas a fundação está bem feita. É continuar construindo, melhorando e trabalhando com afinco no Galo. Estamos num caminho certo. Não é reto, é tortuoso, com desafio. A gente espera que o clube consiga crescer degraus a cada ano”, declarou.

Mas, ao mesmo tempo em que precisa turbinar o faturamento, o Atlético terá que reduzir as dívidas, que giram aproximadamente em R$ 1,3 bilhão. O plano da diretoria é cortar cerca de R$ 500 milhões do débito oneroso (juros/multas/encargos bancários) na renegociação com credores, após conseguir efetuar a venda dos 49,9% restantes do shopping Diamond Mall que foi aprovada pelo Conselho Deliberativo no fim de maio. O clube espera arrecadar cerca de R$ 320 milhões com a alienação do empreendimento comercial.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido