Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Carros da comitiva de Taylor Swift são apreendidos no Rio, diz polícia

Os condutores podem ser responsabilizados pelo crime de ocultar ou adulterais sinais identificadores de veículos

Carros da comitiva de Taylor Swift foram apreendidos após as autoridades receberem denúncia de que os veículos estariam com as placas cobertas por um plástico preto, segundo a Polícia Civil do Rio. O caso é investigado pela 14ª Delegacia do Leblon, zona sul carioca. Os condutores podem ser responsabilizados pelo crime de ocultar ou adulterar sinais identificadores de veículos. A reportagem entrou em contato com a T4F, mas não teve resposta até o momento desta publicação.

Uma equipe da delegacia foi até o hotel onde a artista está hospedada para investigar o caso, que ocorreu na quinta-feira, 16. Em depoimento à polícia, os motoristas disseram que foram orientados a cobrir as placas dos veículos para trafegar em faixas exclusivas, conforme a polícia.

Como não houve flagrante, os veículos já foram devolvidos. Os investigadores solicitaram imagens da câmera de segurança do hotel para serem analisadas.

A reportagem entrou em contato com a Tickets for Fun (T4F), produtora dos shows da cantora no Brasil, mas não teve resposta até o momento desta publicação. O espaço segue aberto.

Taylor Swift adiou para a próxima segunda-feira, 20, o show que faria no sábado, 18, no Rio de Janeiro. O motivo, segundo a artista, foram as “temperaturas extremas” da capital fluminense, onde a sensação térmica dos últimos dias chega perto dos 60º C.

Na véspera, Ana Clara Benevides, de 23 anos, morreu após passar mal no Estádio Nilton Santos, o Engenhão. Vários fãs relataram ter passado mal por causa das aglomerações e do calor na sexta, durante a estreia da turnê no Brasil. A cantora também se apresenta em São Paulo nos dias 25 e 26 de novembro.

Acompanhe as últimas notícias produzidas pelo Estadão Conteúdo, publicadas na Itatiaia.
Leia mais