Ouça a rádio

Compartilhe

PDT mantém candidato a Senado, mesmo com indecisão do PSDB

Bruno Miranda disse que sua candidatura está mantida, mesmo que os tucanos lancem Aécio Neves candidato ao Senado

Bruno Miranda foi oficializado candidato ao Senado pelo PDT, mas aguarda definição sobre Aécio

Confirmado no último sábado (30) como candidato ao Senado pelo PDT, o vereador Bruno Miranda garantiu que seu nome estará nas urnas no dia 2 de outubro, independentemente se o PSDB lançar Aécio Neves candidato ao Senado.

O candidato à Presidência Ciro Gomes costurou uma aliança com os tucanos para garantir um palanque em Minas Gerais para sua campanha. Na negociação, ficou definido que o ex-deputado federal Marcus Pestana (PSDB) será lançado como candidato ao Governo do Estado e que Bruno Miranda seria o nome da chapa ao Senado. No entanto, o PSDB ainda avalia lançar o deputado e ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), mais uma vez, ao Senado.

"Minha candidatura independe da aliança com o PSDB. Óbvio que, vindo para uma composição conosco, junto com o [Marcus] Pestana, para o PDT e o Ciro é muito importante, porque dá mais visibilidade. As tratativas são em torno de uma aliança formal com o PSDB e a gente espera uma definição do PSDB até a próxima sexta-feira", afirmou Miranda, citando a data marcada para realização da convenção tucana em Belo Horizonte.

"Caso o PSDB opte por lançar candidatura própria ao Senado, o PDT também manterá sua candidatura ao Senado, já homologada no último sábado", completou Bruno Miranda.

Ainda de acordo com o parlamentar, Ciro deve voltar a Minas Gerais ainda em agosto, para uma visita de três dias, entre 13 e 15 de agosto, pelo estado, mas a agenda ainda não está confirmada.

PSDB indefinido

A convenção do PSDB, marcada para 5 de agosto, último dia permitido pela Justiça Eleitoral, é uma das últimas indefinições da disputa eleitoral no estado. Nesta terça-feira (2), uma reunião entre o Jair Bolsonaro (PL) e o senador Carlos Viana (PL) selou a chapa que dará palanque ao presidente em Minas Gerais. Viana será o candidato ao governo estadual e o deputado estadual Cleitinho (PSC) deve disputar o Senado. Conforme Viana, a vaga de vice deverá ser preenchida pelo partido União Brasil.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store