Ouça a rádio

Compartilhe

Lula promete recriar ministérios e diz que Bolsa Família terá valor de R$ 600 

Ex-presidente defendeu a retomada de programas da gestão petista, como o Minha Casa Minha Vida e o PAC

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que pretende manter o benefício de R$ 600 caso seja eleito presidente, voltando a adotar o nome de “Bolsa Família”. O valor foi ampliado pelo governo federal no programa que foi renomeado “Auxílio Brasil”. 

“Nós vamos retomar o Bolsa Família a R$ 600. Obviamente você tem que levar em conta o número de pessoas por família, não tem que ser igual para todo mundo”, disse, em entrevista ao portal UOL, na manhã desta quarta-feira (27). 

O presidente disse que pretende recriar ministérios que já existiam em seu governo e criticou a gestão do presidente Jair Bolsonaro por ignorar temas importantes para a população brasileira. 

“Os ministérios que eu tinha eu vou recriá-los. Ministério da Igualdade Racial, da Pesca, dos Direitos Humanos, vou criar o ministério das causas indígenas e terá que ter um índio nesse ministério. Eles estão preparados, conhecem os problemas deles. Vamos fazer o que for necessário, no nosso mandato a Amazônia terá um papel especial”, disse Lula. 

O ex-presidente afirmou que seu governo vai retomar também programas das gestões petistas, como o Minha Casa Minha Vida e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). 

“Pretendo ganhar as eleições e vou governar em quatro anos. Pretendo retomar algumas políticas que foram um sucesso. Minha Casa Minha Vida é um programa que precisa ser retomado. O Bolsa Família não era um programa eleitoral, ele permaneceu vivo durante 18 anos, a mulher recebia seu cartão, tinha que colocar o filho nas escolas, tinha que tomar a vacina. Vou fazer um novo PAC”, afirmou.


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store