Ouça a rádio

Compartilhe

Kalil tem candidatura confirmada em convenções do PT e PSD neste domingo

Ex-prefeito de Belo Horizonte terá a companhia do deputado André Quintão (PT) como vice e Alexandre Silveira ao Senado

Alexandre Kalil teve nome confirmado para disputa ao Governo de Minas

O ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), foi oficializado como cabeça de chapa na disputa ao Governo de Minas nas eleições de outubro. A convenção estadual do PSD ocorreu, neste domingo (24), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, na capital mineira.

Também foram oficializados os nomes do candidato a vice, o deputado estadual, André Quintão (PT) e o candidato ao Senado, Alexandre Silveira (PSD). A chapa ainda é apoiada por outros partidos, como Rede, PV e PCdoB.

Kalil subiu à tribuna da Assembleia e citou o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Sem fazer menção ao nome do governador Romeu Zema (Novo), seu adversário no pleito, o ex-prefeito de Belo Horizonte se colocou ao lado de Lula e o governador ao lado de Bolsonaro.

"Governar é tomar conta do povo que te elege. Reinam mas nao governam, reinam mas não tomam conta. Nem lá em Brasília e nem aqui em Minas. Vamos levar uma mensagem fácil, mostrar o que foi feito em Belo Horizonte e o que foi feito no estado de Minas Gerais. O que é feito com organização, é feito com responsabilidade e, principalemente, o olhar para quem deve governar, a massa da população, o povo pobre que precisa comer", afirmou.

A lógica da polarização nas eleições estadual e nacional também foi destacada por Quintão.

"A disputa reflete projetos políticos distintos. Vamos apresentar projeto de reconstrução econômica, cultural, ambiental muito conectada com o projeto defendido pelo ex-presidente Lula. Essa é uma eleição com dois projetos em jogo: um muito alinhado ao presidente Bolsonaro e outro, de reconstrução nacional, com o presidente Lula e, aqui em Minas Gerais, com Alexandre Kalil e Alexandre Silveira", afirmou.

A indefinição sobre a chapa encabeçada por Kalil fica por conta dos nomes dos dois suplentes ao Senado, que serão definidos até o dia 5 de agosto, data-limite para registro das candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG).

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store