Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Ídolo do Cruzeiro, Fabrício elogia base e pede mais chances aos jovens

Ídolo da torcida exaltou participação de garotos em reação da equipe celeste no Brasileiro

Fabrício participou do programa Bastidores, da Itatiaia

Fabrício participou do programa Bastidores, da Itatiaia

Guilherme Piu/Itatiaia

As boas exibições dos jovens Japa e Robert enchem os olhos da torcida do Cruzeiro. E ídolos do clube também estão satisfeitos com mais chances para os garotos da base. É o caso do ex-volante Fabrício, que atuou pela Raposa entre 2008 e 2011.

Fabrício valorizou a participação dos garotos nas últimas partidas do Cruzeiro. Nessa segunda-feira (27), Robert, de apenas 18 anos, garantiu a vitória celeste sobre o Goiás, por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado tirou o time da zona de rebaixamento.

Em entrevista ao programa Bastidores, da Itatiaia, Fabrício rasgou elogios aos jovens do Cruzeiro, mas pediu paciência no período de adaptação.

“Venho gostando da base há um tempo. O Japa foi um exemplo, entrou muito bem contra o Vasco, mostrou que está pronto. Nós, como torcedores, e a imprensa, temos que ter paciência. Muda alguns aspectos. As tomadas de decisão são quase o dobro em um jogo profissional comparado com um jogo de base. É muito difícil para eles. Mas, quem tem talento, quem é jogador mesmo, não pipoca, não tem essa. Não vai escolher”, disse.

Fabrício pediu mais chances para a base do Cruzeiro. Ele ainda ressaltou que, além do retorno técnico, os garotos podem se tornar ativos importantes na parte financeira do clube.

“Acho que tem que dar oportunidade. Tem muita coisa boa nessa base. Temos que olhar, não só nessa parte. O clube tem que se preocupar, porque é uma fonte de renda muito importante. A base do Cruzeiro sempre mostrou, tem disputado todos os campeonatos, chega em finais. Os meninos que estão subindo estão pedindo passagem”, completou.

O ex-volante cruzeirense disse ainda que o gol marcado por Robert e as boas exibições de Japa podem servir de exemplo positivo para outros destaques da base do clube.

“Esse exemplo positivo, do Robert, é muito legal. Temos outros meninos, uns que gosto muito. Espero que tenham oportunidade”, concluiu.

Ídolo do Cruzeiro, Fabrício entrou em campo 154 vezes com a camisa do clube. O ex-volante fez dez gols.

Túlio Kaizer é jornalista esportivo com grande experiência no digital. Foi setorista dos três grandes clubes do futebol mineiro: América, Atlético e Cruzeiro. Cobre também basquete, vôlei, esportes americanos, esportes olímpicos e e-sports.
Leia mais